Pages

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Aécio volta de férias a tempo do julgamento do mensalão tucano

Para quem foi criado na linhagem das raposas felpudas da política mineira, Aécio Neves (PSDB/MG) retornou de férias demonstrando chegar fora de forma para o jogo político: voltou aos holofotes em momento inoportuno para ele, justamente no dia em que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais começa a julgar o Mensalão Tucano, que atingiu em cheio o PSDB mineiro.

O TJMG começa a ouvir o depoimento de testemunhas de acusação, mas o principal personagem político, senador Eduardo Azeredo (PSDB/MG), é julgado à parte, pelo Supremo Tribunal Federal, por ter foro privilegiado.

Figuram como réus, Marcos Valério, o ex-vice de Aécio no primeiro mandato e ex-sócio de Marcos Valério, Clésio Andrade (PR) e outros demo-tucanos.

Clésio Andrade deverá ser retirado deste processo e incluído no processo do STF, por ganhar foro privilegiado, ao assumir a cadeira de senador, na suplência do falecido Eliseu Resende (DEMos/MG).

Quando estourou o escândalo do mensalão em 2005, as agências de Marcos Valério faziam propaganda nacional do governo de Aécio Neves, cancelada com o escândalo.

Aécio, quando foi candidato a deputado federal em 1998, figurou na lista do caixa-2 do esquema do mensalão tucano como receptor de um repasse de R$ 110 mil.

10 Comentários:

Luciano Mano Negra disse...

Tadinho do Aécio, ele é tão bonzinho...

Amigos do Lula, vocês já conhecem a nova publicidade da Globo News? Confiram meu posto no blog http://asarvoressaofaceisdeachar.blogspot.com/2011/01/nao-pense-na-cbn-muito-menos-na-globo.html

Anônimo disse...

Atenção: é bom corrigir uma incorreção no último parágrafo: Aécio não foi cabndidato a deputado em 2008, aliás nesse ano nem houve eleição para deputado. Não terá sido 1998?

V disse...

Infelizmente não acredito na justiça. Acho que vão se safar e se não se safarem, vão para o STF e aí cai na mão do Gilmar Mendes que safa todo mundo.
É isso aí. Justiça é só para os ricos.

Não quer dizer que vamos ficar calados.

Afrânio de Castro disse...

No meu modo de ver não seria vantajoso para nós, Azeredo ser condenado. Principalmente em termos de ponderações futuras...

ANTÔNIO ALBERTO (Pe.Alberto) MENDES FERREIRA disse...

>>

O POVO DEVE ACORDAR E PERCEBER QUE SÃO SEMPRE OS MESMOS QUE FAZEM AS MESMAS TRAPAÇAS. >>

MUDAM OS ATORES, MAS O GRUPO/DIREITA E AS “ TÉCNICAS/MALÍCIA ” SÃO SEMPRE AS MESMAS. >>

GUILHOTINA NE LL ES !!! >>

padrealberto.blogspot.com

Paulo Marcel Palmares Sobrinho disse...

O mal tem de ser arrancado pela raiz....

Folha usa de má fé em reportagem, segundo a Petrobras.
"A Petrobras desmente com veemência matéria publicada com chamada de capa no jornal Folha de S. Paulo desta segunda-feira (24/1), sob o título “Petrobras quer reduzir compras no país”."
http://todeolhomalandragem.blogspot.com/

Jbmartins-Contra o Golpe disse...

O motivo de sua volta é controlar o julgamento, a midia mineira ja controla.

H.Pires(midia terrorista) disse...

Segundo a dona catanhede que vociferou ser o psdb o partido das "massas cheirosas", esqueceu de dizer também, que é um partido parado no tempo. Partido que perdeu o "bonde da história". Um partido que não se recicla.Um partido sem propostas. Um partido fossilizado. Esta la no jornal tucano fsp: "...Um grupo com cerca de 20 militantes do PSDB paulistano fez na tarde de hoje uma manifestação na porta do diretório municipal, no edifício Joelma.
Eles querem que a sigla permita a entrada de novos filiados. “A diretoria está com medo da juventude”, afirmou o skatista Wladimir Ferreira Arruda, 23, há dois anos na sigla.
Segundo o tucano, o diretório virou um “cabide de emprego” que não se importa com os militantes da base...".

Anônimo disse...

O Aócio é o nosso "inimigo da vez". Foi escalado pelo pr´prio Farol. Atacar o Serra é um erro. Vamos precisar,mais tarde, da peçonha que ele destilou no Dossiê Itagiba. O PERIGO MORA EM MINAS

Anônimo disse...

Não dá para misturar alhos com bugalhos. Aécio nunca tripudiou covardemente sobre o Governo Lula, nas inumeráveis crises golpistas que aconteceram nos últimos anos, como o mensalão, a campanha do cansei, o dossiê dos "aloprados", a CPI dos Correios, etc, pelo contrário, sempre tendo defendido a democracia e desmontando a tese do impeachment do Presidente da República. E nunca privatizou um prego em Minas, tendo transformado a CEMIG numa das maiores empresas de distribuição elétrica da América Latina, inclusive comprando empresas estrangeiras que aqui aportaram no desgoverno de FHC. Quanto ao mensalão mineiro, ele tem nome e sobrenome: chama-se Eduardo Azeredo, pai do malfadado AI-5 Digital (A Lei Azeredo) e Governador que estava no poder na época em que seu deu o fato,

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração