Pages

domingo, 3 de julho de 2011

Suplente de Itamar que assumirá vaga no Senado, ocultou fazenda de R$ 60 milhões, é investigado por lavagem de dinheiro

Zezé Perrella (PDT), que assumirá vaga no Senado com a morte de Itamar, integra o time dos suplentes enrolados com a Justiça. Presidente do Cruzeiro, é alvo do Ministério Público e da PF por   irregularidades na venda de jogadores e na evolução de seu patrimônio. Ele ocultou  fazenda de R$ 60 milhões.

Conhecido empresário e cartola em Minas, tendo cumprido mandatos na Assembleia e na Câmara dos Deputados, Perrella declarou à Justiça Eleitoral patrimônio modesto  encolhido entre 2006 e 2010 -de R$ 724 mil para R$ 490 mil agora.

Saiba mais

O suplente de Itamar, José de Oliveira Costa, o Zezé Perrella (PDT), está sendo investigado pelo Ministério Público de Minas Gerais, que analisa sua evolução patrimonial. Mais conhecido por presidir o clube Cruzeiro, Perrella ocultou de seu patrimônio uma fazenda localizada em Morada Nova de Minas e avaliada por corretores em cerca de R$ 60 milhões.

A Fazenda Guará é uma filial da empresa Limeira Agropecuária e Participações Ltda., cujas cotas foram transferidas para três filhos (95%) e um sobrinho de Perrella. O ex-deputado alega que transferiu as cotas há oito anos e tenta rechaçar as suspeitas, que são muito graves.
Vista aérea da Fazenda Guará, de Zezé Perrella, localizada no município de Morada Nova de Minas


Na última declaração de bens entregue ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Perrella informou patrimônio de apenas R$ 490 mil. Na eleição de 2006, quando foi eleito deputado estadual, o presidente do Cruzeiro declarou à Justiça Eleitoral bens no valor de R$ 724,5 mil.
 Vista da Fazenda Guará, em Morada Nova de Minas, propriedade de Perrella avaliada em R$ 60 milhões

Agora, o presidente do Cruzeiro vai tomar posse no Senado no lugar de Itamar Franco, o que demonstra a importância de haver uma modificação na reforma político-eleitoral, para evitar a existência de suplentes. Seria muito melhor se, no caso, houvesse uma nova eleição.

PF vai apurar se Perrella lavou dinheiro na Fazenda Guará

Policiais desconfiam de desvio de dinheiro na venda de jogadores do time; fazenda vale R$ 60 milhões

A Polícia Federal (PF) abriu no dia 6 de junho inquérito para investigar indício de lavagem de dinheiro na compra e incorporação de benfeitorias da Fazenda Guará, controlada pela família Perrella. Segundo o suplente de senador e presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella (PDT), responsável pela compra em 1999, a Fazenda Guará pertence hoje aos seus dois filhos e um sobrinho, que têm o controle acionário da Limeira Agropecuária e Participações Ltda, a mesma firma usada por Perrella para comprar a propriedade há 12 anos.

Suspeito de enriquecimento ilícito na gestão do Cruzeiro, não é a primeira vez que Zezé Perrella se torna alvo da PF. Em 2010, o cartola foi indiciado pelos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas na negociação do zagueiro Luisão, titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010. A iniciativa de investigar a fazenda veio depois que o Hoje em dia revelou, aqui , a existência da propriedade, avaliada em R$ 60 milhões.

Nos próximos dias, segundo a PF, Zezé Perrella será chamado para prestar esclarecimentos sobre a compra e a incorporação de terras da Fazenda Guará. Por estratégia de investigação, a data do depoimento será mantida em sigilo.

A pedido da PF, as declarações de Imposto de Renda (IR) de Zezé Perrella entregues à Receita na última década também serão analisadas pelos federais.

Desta vez, em vez de fazer pente-fino nos direitos federativos de jogadores de futebol, a PF vai se concentrar na Fazenda Guará, uma propriedade cinematográfica, localizada às margens da represa de Três Marias, perto da cidadezinha de Morada Nova de Minas, a 300 Km de Belo Horizonte. Adquirida por Perrella por módicos R$ 360 mil, teve o controle acionário repassado há cerca de oito anos para parentes próximos, entre eles o filho mais velho, Gustavo Perrella (PDT), eleito deputado estadual na eleição de 2010.

Empresa pulou de R$ 1mil para R$ 59 milhões


Para dificultar o rastreamento dos direitos federativos dos jogadores negociados para o exterior, os valores ocultados nas supostas negociações de fechada com o Central Espanhol Futebol, um time sem nenhuma expressão do Uruguai, voltaram irregularmente para o Brasil e teriam sido pulverizados na contabilidade de empresas de fachada supostamente controladas por Zezé Perrella e seu irmão, Alvimar Perrella, que também já foi presidente do Cruzeiro.


A pedido da Polícia Federal (PF), a Justiça decretou a quebra de sigilo bancário e fiscal de pessoas físicas e jurídicas supostamente ligadas aos cartolas.


O resultado do pente fino é intrigante. De acordo com a PF, somente uma das empresas - a Cruzeiro Licenciamentos Ltda, obteve um salto enorme em suas finanças, pulando de irrisórios R$ 1 mil para R$ 59 milhões, no período de 1999 a 2003.


Além da Cruzeiro Licenciamentos, os federais rastrearam a EMS Indústria Farmacêutica, Pan American Footbal Investiment Licenciamentos, Cruzeiro Sports Licensing Company, Carlos Eduardo Sanches e Luiz Eugênio Araújo Miller Filho.


Aberto em 2006 pelo Ministério Público Estadual, o inquérito nº 1541 foi parcialmente concluído em abril do ano passado, com o indiciamento de Perrella e Alvimar na negociação do zagueiro Luisão. Como envolvia indício de crime financeiro, a investigação foi parar na PF.


Tanta demora nos procedimentos tem uma justificativa: o processo teve a sua tramitação paralisada no Tribunal de Justiça, que entendeu que o MPE não tinha competência para investigar clubes de futebol. Tempos depois foi reaberto, mas como Perrella tinha imunidade parlamentar a documentação foi remetida para Brasília.


Durante as investigações da venda de Luisão, Perrella e Alvimar foram convocados para prestarem esclarecimentos na delegacia da PF. Zezé não compareceu no interrogatório. Alvimar compareceu, mas permaneceu em silêncio.

Matérias publicadas no Hoje em dia:


9 Comentários:

Anônimo disse...

A veja não mostra nada disso. Poque ???

Anônimo disse...

NAO PODEMOS ESQUECER QUE PERRELA É AMIGO PESSOAL E AFILIADO POLITICO DO NOSSO QUERIDO AECINHO!!!RICARDO TEIXEIRA TB GANHA!!!

Anônimo disse...

O MELHOR É QUE DILMA GANHOU MAIS UM ALIADO POR SER DO PDT!!!

Anônimo disse...

Será possível que não aparece um aliado digno! Infelizmente, vamos ter que engolir esse tal de Pirelli!!!

Anônimo disse...

Tucano de Mato Grosso ganha cargo de estatal de Minas para trabalhar no Rio

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/mg/tucano+de+mato+grosso+ganha+cargo+de+estatal+de+minas+para+trabalhar+no+rio/n1597059224881.html

ESSES TRANSFORMAM AS ESTATAIS MINEIRAS EM CABIDE DE EMPREGO E PIG NÃO FALA NADA

ErnandesFernandes disse...

O sujeito é ligado à uma empresa cujo patrimônio cresceu 59 mil vezes em quatro anos. Será que alguém do PIG vai se preocupar com isso, ou um crescimento tão assombroso só é considerado irregular quando a empresa é de um ministro?

TAIGUARA disse...

Não se iludam. É mais um "infiltrado". Em 2014 estará firme na campanha do Baladeiro do Baixo Leblom. Mesmo porque sua suplência do Itamar foi imposta pelo Aócio. O Itamar, involuntáriamente, serviu de "mula" para transporar até o Senado essa droga que, agora, será usada pelo Menino do Rio. Nunca é demais lembrar. O Aócio é dependente cínico das drogas da dissimulação e do engodo. O PERIGO MORA EM MINAS. E, pior..., dirige bêbado.

Anônimo disse...

Futebol + política = muita grana no bolso.
Vejam o Ricardo Teixeira, que também não fica atrás. O Futebol brasileiro é imoral, é uma lavanderia. E o povo elege esse tipo de gente....coitados!!!

Anônimo disse...

Nossa como tem ladrão! É dificil saber; quem está na dianteira se é o empresário que vira político ou politico empresario. a corrupçao está em igual tamanho tanto no setor público como no setor prívado

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Devido os excessos de falta de educação e respeito de alguns comentaristas, e, para que o blog não tenha problema judicial, a partir de hoje o blog não publicará comentários anônimos.

Para você comentar usando seu nome, aqui vai o passo a passo.

1). Clique na palavra comentário no final do post

2). Ao abrir a página dos comentários, vá em COMENTAR COMO.

3). Clique em SELECIONAR PERFIL

4). Se você tem um email do Gmail, clique em contas Google.

5). Escreva seu comentário

6).Clique em enviar

7).Quando você clicar em enviar, vai abrir para você a página do seu email.

8).Basta você colocar seu login e senha.

9).Pronto! Seu comentário foi enviado para o blog

PARA VOCÊ COMENTAR USANDO SEU NOME:

1).Clique em: NOME/URL

2). Vai abrir uma “janelinha” pra você colocar seu nome .E o URL, (endereço do seu blog), se você tiver um blog. Se você não tem, não precisa colocar nada

3).Coloque seu nome

4).Clique em continuar

5).Escreva seu comentário

6).Clique em comentar

7).Pronto. Você já comentou. Basta aguardar seu comentário ser lido, aprovado. Em seguida ele vai aparecer no post que você comentou.
Viram, como é simples?

Muito obrigada por nos ajudar e colaborar com o nosso blog