Pages

segunda-feira, 11 de abril de 2016

O Rio contra o golpe: Todos foram às ruas com a presença de Lula, Chico, Boff, Vagner Moura, Yuka, e outros.


Lula, artistas, intelectuais e movimentos sociais convocaram grande ato pela democracia no Rio de Janeiro. Foi na segunda-feira, 11 de abril.

Vamos vencer a luta contra golpe. Aliás, estamos vencendo. Mas a luta é palmo a palmo. A Fiesp, a Globo e o Eduardo Cunha ainda tem essa semana para tentarem incendiar o Brasil. Então nada de vacilar gente. E todo mundo foi. Contra o golpe e por mais direitos.

O ato contou com duas etapas. Na primeira, foi realizada a leitura do manifesto na Fundição Progresso. Além dos signatários, confirmaram presença as atrizes Letícia Sabatella, Bete Mendes e Silvia Buarque, o cartunista e escritor Ziraldo e o ator Gregorio Duvivier, entre outros. O evento foi liberado e lotou. O público que não cabia lá dentro acompanhou do lado de fora através de um telão.

A segunda parte do ato foi no palco ao ar livre nos Arcos, diante de uma multidão. O presidente Lula falou à população. Além do ato político, o encontro contou com apresentações culturais variadas, do samba ao funk, com a participação do rapper Rico Dalasam, do gaitista Rildo Hora, Marcelo Yuka, entre muitos outros.

Veja abaixo como foram os atos anteriores em Fortaleza e em São Paulo.
Encontro de Lula com a Educação em São Paulo - 02/04/2016



Lula no ABC - 04/04/ 2016.



Lula em FORTALEZA - Praça do Ferreira - 02/04/2016

3 Comentários:

Maia Oswaldo disse...

Helena, seguras no pincel que eu vou tirar a escada. Som na caixa e cantemos assim:

LAPA EM TRÊS TEMPOS
Paulinho da Viola

Abre a janela formosa mulher
Cantava o poeta trovador
Abre a janela formosa mulher
Da velha Lapa que passou

Vem dos vice-reis
E dos tempos do Brasil imperial
Através de tradições
Até a república atual
Dos grandes mestres do passado
Dedicaram obras de grande valor
A Lapa de hoje e a Lapa de outrora
Que revivemos agora

Ah serestas
Quantas saudades nos tras
Dos cabarés e as festas
Emolduradas pelos lampeões a gás
As sociedades e os cordões dos antigos carnavais

Olha a roda de malandro
Quero ver quem vai cair
Capoeira vai plantando
Pois agora vais subir

Poeira, oi poeira
O samba vai levantar poeira
poeira, oh! Poeira
O samba vai levantar poeira

Imagem do Rio antigo
Berço de grandes vultos da história
A moderna arquitetura lhe renova a toda hora
Mas os famosos arcos, os belos mosteiros
São reliquias deste bairro
Que foi o berço de boêmios seresteiros

Abre a janela formosa mulher
Cantava o poeta trovador
Abre a janela formosa mulher
Da velha Lapa que passou

Bel disse...

Vazou um ¨discurso¨ de Temer agora a pouco. Deve ter sido tudo premeditado para passar logo mais a noite naquele jornal televisivo ¨isento de verdade¨. Vamos bater as frigideiras de fritar coxinha enquanto passa a fala traíra.

Milto Fronza disse...

Acabo de chegar de lá, muita gente, um belo momento da democracia.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração