Pages

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Juiz manda Polícia Federal monitorar tucano que ameaçou Dilma



 O tucano e ex candidato a deputado federal,  Matheus Sathler Garcia, que divulgou um vídeo na internet em que ameaça promover um golpe militar e decapitar a presidente da República, está impedido de se aproximar da Praça dos Três Poderes e da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nesta segunda-feira, no Sete de Setembro.

Em decisão do dia 4 de setembro, o juiz federal Marcus Vinicius Reis Bastos, determina que ele guarde a distância mínima de um quilômetro desses locais, onde ocorrerá o desfile da Independência. Garcia foi candidato a deputado federal pelo PSDB do Distrito Federal em 2014.

O juiz ainda proíbe o tucano de se ausentar do Distrito Federal hoje. E autoriza que a Polícia Federal monitore o cumprimento dessas medidas eletronicamente. As ameaças do advogado à integridade da presidente da República constam em um inquérito policial.

Na decisão, o juiz diz que os familiares de Garcia afirmaram à polícia que o advogado sofre de doença psicológica. "... o fato de ser advogado, casado, bem articulado e manter relacionamento social vasto indica que reúne condições de executar o quanto prometido", diz o juiz.
E ai cabe uma pergunta: Se o tucano é louco, por que Aécio Neves, presidente do PSDB, partido que Garcia é filiado, permitiu que ele fosse candidato a deputado federal?Não é doido quando pensou em viver do salário pago pelo cofre público, caso fosse eleito?

Além disso, a decisão diz que as medidas são para "preservar a ordem política e social". O magistrado recorre ao Código de Processo Penal que autoriza medidas cautelares diferentes da prisão para evitar a prática de infrações penais.

4 Comentários:

BRASIL ESPÉRANÇA edson tadeu disse...

ele nao tem nada de doido mesmo, o que tanto ele como AECIO ALOYSIO NUNES, CAIADO SERRA FHC ALCKMIN, EDUARDO CUNHA E MUITOS OUTROS QUEREM é criar um clima de TERROR E MEDO na Presidente e no povo. Cada dia eles vai lançar mao de um artificio para prejudicar o governo o PT e a Presidente.

BLOG DO LETÁCIO disse...

Se ele rasgar dinheiro e comer merda, pode internar, é doido irrecuperável.

Ricardo disse...

Um juizinho tucano do Paraná manda prender petistas simplesmente porque bandidos ligados ao PSDB fizeram delação premiada contra eles. Prisões, portanto, ilegais, pois feitas sem provas e sem crimes. Já para o tucano que ameaçou publicamente a presidente da República, aí não tem prisão preventiva, e ele pode continuar a fazer ameaças e até cometer crimes, impunemente.

Bené Setenta disse...

ESPERO QUE O MINISTRO DA JUSTIÇA E O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, ACIONE A POLÍCIA FEDERAL PARA APURAR O DESRESPEITO COM A PRESIDENTA DO BRASIL, EM OUTRO PAIS, POR PARTE DO "CANTOR" FÁBIO JUNIOR, EM NOVA YORK, QUANDO ESTE CHAMOU, SEM APRESENTAR NENHUMA PROVA, QUE A PRESIDENTA DILMA É LADRONA, INSUFLANDO OS COXINHAS BRASILEIROS EM NOVA YORK A MANDAR A PRESIDENTA DILMA "TOMAR NO CÚ", COM O SEU MICROFONE EM PUNHO, A FIM DE QUE O XINGAMENTO ALCANÇASSE O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS. O INSTITUTO DO EX-PRESIDENTE LULA TERÁ, TAMBÉM, QUE PROCESSAR O CANASTRÃO E REACIONÁRIO DO FÁBIO JUNIOR, POIS ESTE CHAMOU O EX-PRESIDENTE LULA DE LADRÃO, PASMEM, SEM NENHUMA PROVA.


Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração