Pages

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Documento prova: Aécio mentiu. Dilma falou verdade. Site do TCE-MG tirado do ar esconde documento




A casa do Aécio Neves (PSDB) caiu no debate na Band.

Dilma disse que ele, quando governador de Minas, desviou dinheiro da saúde para outras coisas.

Aécio tentou desqualificar Dilma dizendo que suas contas foram aprovadas pelo Tribunal de Contas, insinuando que a presidenta estaria mentindo.

Dilma disse que o telespectador poderia consultar no site do TCE-MG para comprovar que havia um Termo de Ajuste dizendo com todas as letras que o governo tucano de Minas não aplicou o mínimo constitucional em Saúde, conforme disse a presidenta.

O documento citado por Dilma foi publicado no site alternativo slideshare (acima). É o Termo de Ajustamento de Gestão, assinado pelo governo de Minas em abril de 2012 que comprova o que Dilma disse:
O presente Termo de Ajustamento de Gestão tem por objeto a definição de um período para a adequação gradual da aplicação por parte do Governo do Estado de Minas Gerais dos recursos nas áreas de ações e serviços públicos de saúde e da manutenção e desenvolvimento do ensino, visando o cumprimento dos índices mínimos previstos, respectivamente, no art. 198 e no art. 212 da Constituição da República de 1988.
Curiosamente o site do TCE-MG saiu do ar e quem quis consultar durante o debate não conseguia.


Agora (meio-dia de quarta-feira, 15), tentei acessar e o site ainda está fora do ar.

Curioso que quem tem o link direto dentro deste mesmo site para o documento citado por Dilma consegue abrir:


Tecnicamente então os computadores estão funcionando e não há congestionamento de acessos. É a página principal que dá acesso à navegação por todas as outras páginas que está fora do ar, o que exala forte cheiro de que tenha sido retirada de propósito para reduzir danos à imagem de Aécio.

Leia também:

2 Comentários:

Mari Paines disse...

nao consegui acessar o documento 119093? por que será kkk

Guy Blissett disse...

excelente! muito bom trabalho. \o/

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração