Pages

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Aécio admite que foi funcionário fantasma da Câmara no gabinete do papai.




Quem diria hein! Quem dia que uma matéria exclusiva desse blog pudesse pautar a toda poderosa Folha de São Paulo.Foi o que aconteceu nessa terça feira.Depois de o leitor espalhar nas redes sociais  a informação que o candidato Aécio Neves foi funcionário fantasma da Câmara aos 17 anos, o jornal Folha de São Paulo, foi perguntar ao candidato se realmente era verdade ou se este blog estava contanto inverdade. Claro que a Folha torcia para que fosse uma invenção nossa...Assim, receberíamos um processo por calúnia e perderíamos a credibilidade. E não é que Aécio confirmou: O pai de Aécio Neves era deputado federal em Brasília.

Aécio morava e estudava no Rio, mas ganhava salário dos cofres públicos para trabalhar no gabinete do pai em Brasília, sem comparecer.

A assessoria de Aécio, acuada, admitiu que fez tudo isso aos 19 anos, segundo o jornal Folha de São Paulo.

Mas nem pediu desculpas ao cidadão eleitor.

Deu como desculpa que "cuidava da agenda" e na época, segundo a assessoria, não havia irregularidade em morar no Rio.

Ahã. O que cada cidadão brasileiro pensa dessa versão peculiar de "bolsa família para filho de deputado que vivia na praia de Ipanema", enquanto naquela época, ainda tinha criança passando fome no Brasil?


O dia de hoje fica marcado como, o dia em que o blog pautou a Folha

E nós do blog, agradecemos nossos leitores queridos por ter nos ajudado a desmascarar Aécio Neves



1 Comentários:

João Vicente Costa Lima disse...

Isso precisa ir para o programa eleitoral da Dilma.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração