Pages

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Um estranho incêndio na Prefeitura de Cláudio-MG


Um incêndio atingiu parte de um galpão que funcionava como depósito da Prefeitura de Cláudio, no centro-oeste de Minas.
Quando os bombeiros chegaram ao local, o fogo já havia sido apagado pelos próprios funcionários da prefeitura, com auxílio de um caminhão-pipa. Segundo o subtenente Rui César Ferraz de Bulhões, responsável pela ocorrência, a temperatura do incêndio não foi tão alta porque "a fiação elétrica do cômodo atingido não foi danificada, sendo que os fios permaneciam encapados". A Polícia Civil deve investigar as causas do incêndio.

A prefeitura entrou no centro da polêmica a respeito da construção de aeroporto do município porque, apesar de ser um primo do presidenciável Aécio Neves que tinha a chave para o portão do terminal, o município deveria ser responsável pelo controle do campo de aviação. Por falta de documentos, o aeroporto, concedido por meio de outorga ao governo de Minas, ainda não foi homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Aécio admitiu o "equívoco" de ter pousado "três ou quatro vezes" no aeroporto com um avião da família após ter deixado o governo. O aeroporto foi construído durante a gestão de Aécio no governo mineiro em uma fazenda que pertencia a um tio-avô do tucano, o ex-prefeito Múcio Guimarães Tolentino.

Foi no comando da prefeitura de Cláudio que Múcio Tolentino construiu a primeira pista de pouso, de terra batida, em sua própria fazenda. A obra foi realizada em 1983 com recursos do governo do Estado, então sob gestão de Tancredo Neves (PDMB), avô do atual senador e cunhado de Tolentino. O ex-prefeito está com bens bloqueados, assim como a fazenda que foi desapropriada no governo de Aécio, por causa de ação de improbidade administrativa que tramita contra Tolentino na Justiça.

2 Comentários:

Airton disse...

Vi ontem, ou antes de ontem, uma reportagem curta sobre o desmantelamento de um laboratório de refino de coca em Claudio. Achei que isso ia repercurtir mas não vi mais em lugar nenhum. Agora nem me lembro mais onde li. Se não me engano foi no portal terra.

castro carvalho disse...

Será que na família do AERONEVES tem alguém que PRESTA.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração