Pages

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Aécio e Campos criticam Dilma, mas elevam gastos públicos em MG e PE


Matéria publicada nessa segunda (7) no jornal Folha de S.Paulo, mostra que os gastos dos estados natais dos candidatos à Presidência da República Aécio Neves (PSDB-MG) e Eduardo Campos (PSB-PE) se equiparam aos gastos do governo federal – um dos alvos preferidos das críticas da dupla de oposicionistas à gestão de Dilma Rousseff.

De  acordo com a publicação, os resultados fiscais Minas Gerais e Pernambuco, ambos no vermelho em 2013, dificultam crítica à gestão Dilma. Entre 2010 e 2013, os gastos do governo federal  com pessoal, custeio e investimentos aumentaram 39%. Mas em Minas, no governo de Antonio Anastásia aliado e sucessor de Aécio, a alta das despesas públicas nos mesmos setores foi de 37,4%. Em Pernambuco, sob o comando de Campos no mesmo período, foi maior, chegando aos 42,6%.Leia mais aqui

2 Comentários:

Cissa disse...

Esse é o modo do PSB overnar:
http://noeliabritoblog.blogspot.com.br/2014/07/prefeitura-do-recife-pagou-r-1-milhao.html

Pedreirinha disse...

Lula da Silva, quando eu era criança pequena lá em Barbacena, eu escutava minha mãe dizer que essa dupla de "trombadinhas" iria quebrar MG e PE. Depois de quebrar os dois estados, em outubro/2014 quebrarão suas próprias caras.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração