Pages

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Brasil passa Inglaterra e é 6ª economia mundial

Nunca antes na história desse país o Brasil foi a 6ª economia do mundo.

Projeções indicam que ultrapassará França em 2014 e a Alemanha em 2020.

Foi só Lula entrar em 2003 e acabar com a PRIVATARIA TUCANA, Dilma continuar em 2010, que vejam só no que deu.

Deu no Expresso (de Portugal):

Brasil é a 6ª potência mundial

Brasil ultrapassou o Reino Unido, avança a "Economist Intelligence Unit", empresa de consultadoria pertencente ao grupo da revista "The Economist".

O Reino Unido já não é a 6ª maior potência económica do mundo, tendo sido ultrapassado pelo Brasil, que passou a ter este ano o sexto maior produto interno bruto (PIB) medido em dólares à taxa de câmbio corrente.

A informação é da empresa de consultadoria britânica Economist Intelligence Unit (EIU), confirmando assim, e antecipando, as previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) para 2011.

Tanto o FMI como a EIU e o Business Monitor International (BMI) haviam previsto que o Brasil ultrapassaria até ao final do ano o Reino Unido, passando a ocupar o lugar de sexta maior economia mundial.

De acordo com as projeções da EIU, o Brasil perderá a 6ª posição para a Índia em 2013 mas voltará a recuperar o lugar no ranking em 2014, ano do Mundial de Futebol, ao ultrapassar a França.
PIB cresce acima dos países ricos

A diferença do PIB estimado para o Brasil até ao final do ano - 2,44 mil milhões de dólares (mesmo considerada a redução da projeção de crescimento de 3,5% para 3%) e o PIB do Reino Unido (2,41 mil milhões, com crescimento de 0,7%) é de 1,2%, diferença que poderá facilmente triplicar.

Segundo o jornal "Folha de São Paulo", a subida do Brasil no ranking das maiores economias do mundo deve-se à crise dos países desenvovlidos. De acordo com a agência Terra, a tendência de ascensão dos países emergentes era esperada por especialistas há anos, mas acentuou-se devido à crise global.

A EIU refere que o Brasil continuará a subir no ranking das grandes potências, de modo a que até ao fim da década - de acordo com as projeções - o PIB brasileiro será maior do que o de todos os países europeus.

Segundo o "The Word Economy", de Angus Maddison, em 1820 o PIB britânico, sem as colónias, era 12,4 vezes maior do que o do Brasil; em 1870 era 14,3 vezes superior; e em 1913, 11,7 vezes mais elevado.

Em 2009, o PIB do Brasil ultrapassou os do Canadá e Espanha, passando a ser o oitavo do mundo, e em 2010 ultrapassou o de Itália.

De acordo com a "Folha", o crescimento do PIB que coloca o Brasil em posição favorável en relação às maiores economias mundiais é influenciado também pelo aquecimento da economia em 2010, pautada por uma política monetária de estímulo ao consumo - com uma série de subsídios e isenções de impostos iniciada no pós-crise.

"Enquanto a maioria das economias desenvolvidas ainda gatinhava na recuperação, o Brasil registou no ano passado o maior crescimento desde 1986, chegando a 7,5%. Em 2009, no entanto, a variação da economia brasileira foi negativa."

O jornal ressalta, ainda, que houve uma desaceleração na relação trimestral este ano, influenciada pela contenção do crédito, da valorização do câmbio, de juros mais elevados e do consequente arrefecimento da indústria provocado por estes fatores.

13 Comentários:

Joao Patriota Brasileiro disse...

"Foi só Lula entrar em 2003 e acabar com a PRIVATARIA TUCANA, Dilma continuar em 2010, que vejam só no que deu." kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk FAZ-me rir!!!!

Se for pra divulgar uma notícia boa então que se divulgue de uma fonte relevante, e não de uma que tende a desvirtuar os fatos.

Nenhum país cresce do nada, assim como, nenhum país tem sua população de analfabetos diminuída significativamente em menos de 8 anos..

Fala sério, o país não nasceu ontem, pq vocês ainda continuam a disseminar essa história? Com todo o respeito que a historia me permite, eu posso dizer, as conquistas de Lula e Dilma são, não mais do que, consequências dos difíceis anos que FHC teve de enfrentar.

Até por que todo mundo sabe que os dois continuaram as políticas econômicas feitas por FHC. Todo mundo sabe disso, qual o problema em admitir? O máximo que pode acontecer é aumentar a credibilidade no que a esquerda diz.

A fonte de vocês para essa notícia é o The Economist. Aqui está a notícia original: http://www.economist.com/blogs/dailychart/2011/11/focus E a mesma fonte, veja, diz exatamente o contrário ao que foi dito no texto de vocês, "Mas ele também foi um presidente de sorte, colhendo os frutos da alta do preço das commodities e operando a partir da sólida plataforma para o crescimento erguida por seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso." http://www.eagora.org.br/arquivo/o-brasil-decola/ que é a tradução do texto original (http://www.economist.com/node/14845197)

Pelo amor de Deus, vamos ser homens comprometidos com a verdade, invés de sermos comprometidos com o ganho político de certas notícias. Fatos são fatos.

É triste ver como as pessoas tentam enganar os outros, fazendo-os acreditar em uma mentira apenas para ter algum ganho político.

Anônimo disse...

Cara Blogueira, voce poderia, sempre que colocar materias, sobre o PIB brasileiro, mostrar ao leitor, que o Brasil de Fernando henrique, caiu 8 posições no PIB mundial, deixando de ocupar a 8ª posição do governo Itamar Sarney e Collor, para ficar em 2002, na 16ª posição.
Era a Era do Brasil carangueijo, e a midia achava, que o "Ociologo" era competente

Simpson Bonner

Lafaiete Luiz disse...

Esse é o feliz resultado da ERA LULA.

Aqui um perfeito elogio ao LULA:

Chega de polvo: Lula a primeiro-ministro de Portugal!

Tiago Mesquita (www.expresso.pt)

8:00 Quinta feira, 31 de março de 2011

Lula da Silva é um homem que transpira persistência e inspira confiança. Com trabalho realizado, agita-se com novas ideias e esquece os trilhos percorridos. Os que já conquistou. Subiu a pulso ao lado de trabalhadores e não às cavalitas de um qualquer partido político, agarrado ao betume ou à construção civil. Não terminou licenciaturas enquanto o resto do país assistia à missa dominical. Foi o mérito do seu trabalho enquanto líder mundial que fez com que a ele, um cidadão brasileiro, fosse hoje atribuído um doutoramento "honoris causa" na mais importante e antiga Universidade do nosso país. Lula da Silva soube espremer do Brasil todo o "suco" que tem, transformando um país emergente numa das maiores e mais produtivas economias mundiais da atualidade. Um exemplo.

Quero com isto dizer que o que o nosso país precisava de um homem com este perfil a governá-lo. Um homem que quando fosse preciso berrar elevasse a voz acima de todas as outras até que rouquidão o afrouxasse e os restantes desistissem. Quando precisasse de chorar o fizesse como uma madalena e sinceramente. Lula é um ser humano e gosta de o ser, um facto que não o incomoda. Não usa um manto de falsidade para sobreviver politicamente, as pessoas gostam dele assim: simples, amigo, honesto, correto, leal.

É naturalmente simpático e não tenta esconder os defeitos. É uma pessoa genuína. Não se abotoa num fato Armani para esconder o provincianismo, a falta de chá e classe, o cinismo ou a personalidade insuportável, a incapacidade óbvia de lidar com os cidadãos, oposição, jornalistas ou com a crítica. A insuportável democracia e a liberdade de expressão, a maçada do contraditório, o incómodo de ter de responder pelo miserabilismo, más práticas e fraca governação (a mais terrível da nossa República centenária). Um verdadeiro "horroris causa". É tão mais fácil culpar os outros, a Europa, a oposição, os mercados, o mundo inteiro... "Que fiz eu? Eu nem cá estava nesse dia. Andava na Alemanha a pedir esmola..."

E quando tem de beber umas cachaças com os sindicalistas, embaixadores ou curtir um "chopinho" no calçadão com o "povão" Lula também o faz, sem se sentir minimamente deslocado ou incomodado. Sem mariquices e distanciamentos. Apenas mais um entre o povo que adora. Uma pessoa que habita no planeta terra, ao contrário de outros que parecem pairar e poucas vezes descer ao terreno para ver com os próprios olhos a porcaria que fazem, a incompetência com que governam. E assim se destroem países. A falta de humildade para admitir erros e falhas, a sobranceria bacoca, a profunda estupidez e uma figura central egocêntrica e absorvente. Um rumo sem rumo que levou o país à maior crise desde que a economia assim se designa.

Estou farto de ver este país governado por um polvo, chocos e Chocas. Cefalópodes que se passeiam politicamente sem serem responsabilizados, protegidos pelo título ou cargo que desempenham, manchando tudo com a sua tinta à passagem. Imunes a tudo. Molusco por molusco seria bem melhor ter um Lula ou uma Lula a governar-nos.
PS: Lula é uma figura de tal forma "carismática" que conseguiu levar o ainda primeiro-ministro à Universidade sem ser a um domingo. Parabéns Lula e muita força!

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Já faz alguns anos. Lula ainda estava no início do seu mandato. Eu estava navegando pela net, quando na página de pesquisas do Google deparei-me com um site do governo do México, com a manchete ''Brasil se acerca a México''. Naquela época o México estava na nossa frente no PIB, havia nos passado no tempo do FHC. Abri o site e li uma análise de economistas do próprio governo mexicano anunciando que o Brasil iria ultrapassar o México. Depois ultrapassou mesmo, e a mídia só deu uma notinha no cantinho do jornal.

Belmar disse...

LULA É UM MITO UMA LENDA É A HISTÓRIA DE NOSSO PAÍS É O NOSSO GRANDE IMPERADOR QUE DEVOLVEU A DIGNIDADE ÁO POVO BRASILEIRO

JapValla disse...

Não vamos esquecer da renda per capita (PIB per capita). Este número representa melhor a qualidade de vida de um cidadão.

Que tal atualizar os dados abaixo?

Quinta-feira, Fevereiro 15, 2007
Renda per capita dos paises
http://pracademia.blogspot.com/2007/02/42-renda-per-capita-dos-paises.html


Você Sabia?

O maior PIB per capita do planeta pertence à Noruega (US$ 54.383,00), seguida da Suíça (US$ 49.367,00); Dinamarca (US$ 44.593,00); Irlanda (US$ 44.521,00) e EUA (US$ 39.650,00).

O maior gasto com educação pertence a Cuba (8,96% do PIB), seguida da Dinamarca (8,51% do PIB) e Suécia (7,66% do PIB).

O maior gasto com pesquisa e desenvolvimento pertence à Suécia (4,30% do PIB), seguida por EUA (2,70% do PIB); Suíça (2,60% do PIB); Alemanha (2,50% do PIB) e Dinamarca (2,50% do PIB).

O maior gasto com saúde pertence à Alemanha (8,60% do PIB), seguida da Noruega (8,00% do PIB); Suécia (7,80% do PIB) e da Dinamarca (7,30% do PIB).

O maior PIB per capita da América Latina pertence ao México (US$ 6.391,00), seguido do Chile (US$ 5.838,00); Venezuela (US$ 4.260,00); Argentina (US$ 3.988,00) e Brasil (US$ 3.225,00).

Fonte: IBGE

PIB PER CAPITA DE PAISES SELECIONADOS

(1) PIB per capita em US$ - ano base de 2004.
(2) Gastos com Educação % do PIB – ano base de 2002.
(3) Gastos com Pesquisa e Desenvolvimento % do PIB – ano base de 2002.
(4) Gastos com Saúde % do PIB – ano base de 2002.

Países (1) (2) (3) (4)
Alemanha 33.162 4,57 2,5 8,6
Argentina 3.988 4,02 0,4 4,5
Bolívia 935 6,31 0,3 4,2
Brasil 3.225 4,22 1,0 3,6
Canadá 31.035 5,25 1,9 6,7
Chile 5.838 4,22 0,5 2,6
China 1.283 2,08 1,2 2,0
Colômbia 2.130 5,20 0,1 6,7
Cuba 3.059 8,96 0,5 6,5
Dinamarca 44.593 8,51 2,5 7,3
Equador 2.302 0,99 0,1 1,7
EUA 39.650 5,71 2,7 6,6
França 36.265 5,61 0,6 4,4
Índia 626 4,12 0,8 1,3
Irlanda 44.521 4,32 1,1 5,5
Itália 28.913 4,75 1,1 6,4
México 6.397 5,30 0,4 2,7
Noruega 54.383 7,63 1,7 8,0
Paraguai 1.168 4,38 0,1 3,2
ReinoUnido 35.718 5,32 1,9 6,4
Rússia 4.047 3,75 1,2 3,5
Suécia 38.457 7,66 4,3 7,8
Suíça 49.367 5,84 2,6 6,5
Venezuela 4.260 SD 0,4 2,3

JapValla disse...

Não vamos esquecer da renda per capita (PIB per capita). Este número representa melhor a qualidade de vida de um cidadão.

Que tal atualizar os dados abaixo?

Quinta-feira, Fevereiro 15, 2007
Renda per capita dos paises
http://pracademia.blogspot.com/2007/02/42-renda-per-capita-dos-paises.html


Você Sabia?

O maior PIB per capita do planeta pertence à Noruega (US$ 54.383,00), seguida da Suíça (US$ 49.367,00); Dinamarca (US$ 44.593,00); Irlanda (US$ 44.521,00) e EUA (US$ 39.650,00).

O maior gasto com educação pertence a Cuba (8,96% do PIB), seguida da Dinamarca (8,51% do PIB) e Suécia (7,66% do PIB).

O maior gasto com pesquisa e desenvolvimento pertence à Suécia (4,30% do PIB), seguida por EUA (2,70% do PIB); Suíça (2,60% do PIB); Alemanha (2,50% do PIB) e Dinamarca (2,50% do PIB).

O maior gasto com saúde pertence à Alemanha (8,60% do PIB), seguida da Noruega (8,00% do PIB); Suécia (7,80% do PIB) e da Dinamarca (7,30% do PIB).

O maior PIB per capita da América Latina pertence ao México (US$ 6.391,00), seguido do Chile (US$ 5.838,00); Venezuela (US$ 4.260,00); Argentina (US$ 3.988,00) e Brasil (US$ 3.225,00).

Fonte: IBGE

PIB PER CAPITA DE PAISES SELECIONADOS

(1) PIB per capita em US$ - ano base de 2004.
(2) Gastos com Educação % do PIB – ano base de 2002.
(3) Gastos com Pesquisa e Desenvolvimento % do PIB – ano base de 2002.
(4) Gastos com Saúde % do PIB – ano base de 2002.

Países (1) (2) (3) (4)
Alemanha 33.162 4,57 2,5 8,6
Argentina 3.988 4,02 0,4 4,5
Bolívia 935 6,31 0,3 4,2
Brasil 3.225 4,22 1,0 3,6
Canadá 31.035 5,25 1,9 6,7
Chile 5.838 4,22 0,5 2,6
China 1.283 2,08 1,2 2,0
Colômbia 2.130 5,20 0,1 6,7
Cuba 3.059 8,96 0,5 6,5
Dinamarca 44.593 8,51 2,5 7,3
Equador 2.302 0,99 0,1 1,7
EUA 39.650 5,71 2,7 6,6
França 36.265 5,61 0,6 4,4
Índia 626 4,12 0,8 1,3
Irlanda 44.521 4,32 1,1 5,5
Itália 28.913 4,75 1,1 6,4
México 6.397 5,30 0,4 2,7
Noruega 54.383 7,63 1,7 8,0
Paraguai 1.168 4,38 0,1 3,2
ReinoUnido 35.718 5,32 1,9 6,4
Rússia 4.047 3,75 1,2 3,5
Suécia 38.457 7,66 4,3 7,8
Suíça 49.367 5,84 2,6 6,5
Venezuela 4.260 SD 0,4 2,3

Anônimo disse...

Ministro do Supremo beneficiou a si próprio ao paralisar inspeção, quando a lei prejudica a eleite os "magistrados", suspende-se a lei. É o que está ocorrendo em nosso país. Ricardo Lewandoski e Marco Aurélio. Eugênio.

Anônimo disse...

De que chamar os ministros do Supremo? Ainda seriam Magistrados? Se vê que corrupção chega a todos as partes. Eugen.

Anônimo disse...

Nunca antes na história desse país uma multi, se não só a petrobrás, derramava petróleo em nossos mares.

salo sandor mueller disse...

Ridiculo é comparar extenção territorial da Inglaterra com o Brasil. E escrever asneiras que o Brasil passou PIB por eles..

Anônimo disse...

Seis anos depois, eis o verdadeiro efeito da Era Lula! O tempo é a pai da verdade!

Marcos Perez disse...

Ue!?!???!?!!? O que aconteceu?!?!? parece que o plano nao deu certo....

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração