Pages

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Moro manda PF devolver tablet dos netos de Lula após 1 ano e 3 meses



O juiz Sérgio Moro mandou a Polícia Federal devolver os iPads dos netos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que foram apreendidos no âmbito da operação Aletheia, deflagrada em 4 de março de 2016.

Magistrado atendeu apelo feito pelo ex-presidente Lula durante depoimento sobre o caso triplex, em Curitiba (PR).

Em despacho assinado no dia 19 de maio, Moro lembrou que Lula "reclamou" da apreensão de aparelhos eletrônicos de seus netos e solicitou devolução diretamente ao juiz.

Ele disse desconhecer o fato de que os pertences das crianças estavam em posse da PF e apontou que, se isso ocorreu, foi porque os agentes também não sabiam do conteúdo dos dispositivos.

Em sua decisão, o juiz continua: "para evitar maiores delongas, deverá a autoridade policial informar se identificou, na apreensão, os referidos aparelhos pertencentes aos netos do investigado e, se positivo, para que promova a devolução mediante termo no prazo de 10 dias."

Vale destacar que a decisão ocorre mais de 1 ano e três meses após a ação de busca e apreensão em endereços ligados a Lula.

No vídeo abaixo, assista ao momento exato em que o ex-presidente pede ao juiz Sergio Moro que devolva equipamentos dos netos.


“Aliás, eu queria aproveitar, já que o senhor falou dessa coerção, e pedir que o senhor determine que a PF devolva o iPad dos meus netos. É uma vergonha iPad de neto de 5 anos estar [apreendido] desde março do ano passado”, afirmou.

2 Comentários:

redomona disse...

O JUIZECO SE ESMERA NA IMBECILIDADE!!

Unknown disse...

"Aqui se faz. Aqui se paga"

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração