Pages

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Delação que envolve arrecadador de campanha de tucanos enfrenta resistência do MPF



Doleiro e empresário afirmou que mostraria provas de um repasse de R$ 100 milhões em propina a Paulo Vieira, o Paulo Preto, durante a gestão de José Serra como governador de São Paulo.Nas primeiras tratativas para fechar delação premiada, Assad delatou Paulo Vieira Souza que, além de ex-diretor da Dersa, é sabidamente ligado a políticos do PSDB. O doleiro afirma ter provas de propinas em obras tocadas há anos pelos sucessivos governadores tucanos de São Paulo. Todas já foram denunciadas pelo Ministério Público Paulista, mas o caso não andou.Apesar disso, o depoimento do doleiro para o Ministério Público Federal de Curitiba foi avaliado como "frágil, mesmo sendo Assad considerado o operador central de desvios de recursos dessas obras....Continue lendo aqui

2 Comentários:

José Carlos Lima disse...

Promotor esconder prova de inocencia do réu da demissao mais açoes penais contra a autoridade...nos EUA.
Já no Brasil ocultar provas da inocencia do réu, com o intuito de condená-lo a qualquer preço(como fazem para condensr Lula), ė regra...reputa-se: se o réu for petê, pois sendo tucano esquecem em alguma gaveta as provas dos crimes praticados. Quando a parcialidade atingiu niveis insuportaveis os "imparciais" de Curitiba, para disfarçar, produziram um filme com o nome de A Lei é para Todos...aliás, se precisam de marketing para afirmar isso é pq a lei realmente é para todos (exceto para tucanos e cia).

Se nos Brasil ocultar provas que beneficiam o réu ė regra, nos EUA, que dão as cartas na Lava Jato e preparou Dalanhol, é crime... vamos dalanhar.....

http://www.conjur.com.br/2014-jul-08/eua-criam-sistema-controle-mp-evitar-condenacoes-erradas

redomona disse...

JAMAIS A TUCANALHA VAI PERMITIR QUE ALGUEM MOSTRE O RABO PRESO QUE DEIXARAM NA CERCA E E SEU MODUS OPERANDI!!

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração