Pages

domingo, 26 de março de 2017

Partido Novo lançará candidato a presidente o dono da Riachulo, que já foi envolvido em escândalo financeiro



Legenda que afirma "renovar a política" anuncia que concorrerá ao Planalto em 2018 com o empresário Flavio Rocha, candidato que  em 1994 que renunciou, envolvido no "escândalo dos bônus eleitorais"  O "dono" do partido é o banqueiro João Dionísio Amoêdo, que além de presidente da legenda é também presidente do Citibank, tendo ocupado a presidência do Itaú BBA e do Unibanco.

O empresário Flávio Rocha, foi deputado federal em 1986 pelo PFL (atual DEM). Tão logo foi eleito, transferiu-se para o PL. Foi reeleito em 1990, mas então já estava no PRN, para onde foi após ser convidado por Fernando Collor. De volta ao PL, foi candidato à Presidência da República em 1994 ...Continue lendo aqui

2 Comentários:

Mary Silva disse...

O problema é que esses senhores estão entrando na onda de João Dória, que se aproveitou da vulnerabilidade de alguns paulistanos para se eleger Dória, ai tão achando que vai ser fácil assim! Vamos combinar que alguns paulistanos são ruins de voto né? Elegeram Tiririca, depois João Dória, e agora será que os paulistanos vão eleger o emprésario Flávio! Vamos aguardar as cenas do próximo capítulos

ORLANDO ROCHA ARTISTA PLASTICO disse...

Mais um pra ferrar o trabalhador na quebrada. É um dória 2

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração