Pages

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Você votaria em um candidato que defende a redução de direitos trabalhistas?



MBL (Movimento Brasil Livre) está deixando oficialmente as manifestações contra a corrupção de lado e começa a focar nas eleições municipais de 2016.

A coordenação nacional do movimento confirmou ao Uol o lançamento das candidaturas de 43 lideranças em 38 cidades no pleito deste ano.

Os candidatos vão disputar as eleições municipais em 13 Estados e estão abrigados em legendas que apoiaram o impeachment (PSDB, DEM, PMDB, PSC e PPS) e ao Partido Novo, sigla criada no ano passado.

Entre as principais bandeiras, estão a implantação da Escola Sem Partido e a redução de direitos trabalhistas. Na área de transporte público, o MBL defende a privatização de linhas de metrô e VLTs (Veículo Leve sobre Trilhos).

Em seu site, o MBL também apresenta como proposta a substituição do SUS (Sistema Único de Saúde) por planos de saúde subsidiados pelo poder público. Eles também defendem a "redução dos impostos para escolas privadas", "militarização das escolas em áreas de risco" e a "gestão privada de escolas públicas". Esta na Uol o texto completo

1 Comentários:

Pedro Santos disse...

MBL, é uma piada.
Só tem espaço pq fazem direitinho o que determina os barões da midia e a elite podre deste pais.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração