Pages

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Inquérito da obra do monotrilho tucano de SP que aparece em planilha de Youssef é reaberto





O Conselho Superior do Ministério Público determinou a reabertura de inquérito para apurar irregularidades envolvendo empresas e o doleiro Alberto Youssef - alvo da Operação Lava Jato -, no âmbito das obras da Linha 15 Prata do Monotrilho de São Paulo.

A investigação havia sido arquivada em setembro de 2015 pelo promotor de Justiça Augusto Eduardo de Souza Rossini, mas o colegiado de cúpula do Ministério Público decidiu pela necessidade de serem realizadas diligências visando a esclarecer se os contratos firmados pela Sanko Sider "são regulares e não houve prejuízo ao erário".

A Sanko Sider fornece tubos para obras de engenharia e foi alvo da Operação Lava Jato. Os integrantes do Conselho observam que "eventuais fraudes lesivas ao erário também podem ocorrer em contratos firmados para fornecimento de materiais utilizados nas obras públicas, ainda que não haja contratação direta da Administração Pública".

O caso entrou na mira da Promotoria porque em março de 2014 a Polícia Federal apreendeu com Youssef uma planilha com a lista de 750 obras públicas em quase todo o País, inclusive São Paulo. Os investigadores suspeitam que o doleiro teria envolvimento em fraudes e desvios de recursos públicos em parte desses empreendimentos.

Entre as 750 obras que apareciam no planejamento do doleiro, consta na página 14 a "Obra Vila Prudente" (uma das estações do monotrilho), tendo como "cliente" a Construtora OAS e como "cliente final" o Metrô.

As apurações tiveram início a partir do compartilhamento das provas com a Promotoria paulista, autorizado pelo juiz federal Sérgio Moro, que comanda a Lava Jato na Justiça Federal no Paraná. A Promotoria de São Paulo abriu inquérito, que correu sob sigilo, e buscava apurar - segundo o pedido de compartilhamento de provas com a Justiça Federal no Paraná -, "irregularidades consistentes em supostos desvios na licitação do trecho do Monotrilho entre as Estações Oratório e Vila Prudente, integrante da Linha 15-Prata do Metrô e descumprimento do prazo de entrega do referido trecho do Monotrilho pelos representados".

No entanto, o procedimento acabou arquivado com base no relato do próprio doleiro Youssef, em 27 de agosto. Na ocasião, ele disse que a planilha era referente a serviços que ele prestava de procurar clientes para a Sanko Sider, empresa que fornece tubos para obras de engenharia e foi alvo da investigação da Lava Jato sobre superfaturamento nas obras da Refinaria Abreu e Lima, da Petrobras, em Pernambuco.

O empresário Márcio Bonilha, do Grupo Sanko Sider, foi condenado em um processo da Lava Jato a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e organização criminosa. Em outra ação ele foi absolvido. O doleiro disse na Promotoria que recebia uma comissão que variava de 3% a 8%. Afirmou, ainda, não ter nenhum conhecimento sobre os contratos do Metrô, da Sabesp e do Rodoanel que também aparecem na planilha. Como as anotações de Youssef não envolviam nenhum agente público nem citação a propina, a Promotoria arquivou o inquérito entendendo que "haveria mera relação comercial travada entre particulares".

Em dezembro, porém, o Conselho Superior do Ministério Público mandou reabrir o inquérito. O colegiado, formado por onze conselheiros sob presidência do procurador-geral de Justiça, tem atribuição e poder para tal medida. O Conselho alerta para a "necessidade de serem realizadas diligências visando esclarecer se os contratos firmados são regulares e não houve prejuízo ao erário, até porque os produtos vendidos foram utilizados em obras públicas."

"Com isso, mesmo que, em princípio, as vendas dos tubos seriam realizadas entre empresas privadas, o destinatário final é o Poder Público, que paga o valor global da obra", ressalta o colegiado.

O julgamento foi convertido em diligência. Os conselheiros determinaram os desapensamentos dos procedimentos (66.0695.0001210/2014 e 43.0695.0000365/2015) e "instauração de investigações separadas para cada um dos fatos noticiados, bem como para que o promotor de Justiça requisite os contratos firmados para as execuções das obras públicas investigadas em cada procedimento".

O Conselho quer que seja verificado se foram utilizados tubos da empresa Sanko Sider nas obras mencionadas na planilha do doleiro Youssef, "bem como se os preços cobrados eram compatíveis com os praticados no mercado na época dos fatos". A Promotoria também deverá ouvir "os representantes legais da Sanko Sider acerca dos fatos, especialmente para esclarecer a real relação existente entre a empresa, Alberto Youssef e as obras públicas investigadas".

"Cumpridas as diligências especificadas, poderá surgir a necessidade de aprofundamento das investigações, com a prática de outras diligências, inclusive medidas judiciais, reabrindo-se assim ao Promotor de Justiça a possibilidade de nova análise dos fatos, de acordo com os novos elementos de convicção colhidos." Estadão

10 Comentários:

BRASIL ESPÉRANÇA edson tadeu disse...

é bom lembrarque esse monotrilho ja tem 30 anos que fazem,e o metro de Salvaor levou30 anos para ser inaugurado, passou pelos ACMS da vida depois Imbassahy que é acusado de ter desviado milhoes das obras. por fim voltou as maos no novo prefeito de Salvador ACM NETO que passou o angu para o overnador Jaques Wagner que finalmente INAUGUROU O METRO. O de SP ja passou nas maos de MARIO COVAS,SERRA ALCKMIN e so grana sendo desviada

PADRE AALBERTO disse...

.
Cerveró NÃO, NÃO, NÃO cita Dilma e nem Lula em sua delação (oficial). Esses bandidos , incentivados pelo comportamento corrupto da polícia federal do Paraná que declarou seu voto ao Aécio e queriam mudar a intenção de voto da população brasileira na última Eleição/2014, MENTIRAM durante seus depoimentos ao juiz DesMOROnou. Agora que têm de entregar, acompanhadas com Provas, suas denúncias ao STF e como Não as possuem, desmentem descaradamente suas calúnias anteriores.
ESSA ESCUMALHA da oposição corrupta, com esse comportamento canalha, DESESTRUTUROU toda a governança de NOSSO PAÍS.
.
http://nossapolitica.net/2016/01/cervero-nao-dilma-lula-delacao/

PADRE AALBERTO disse...

.
QUE DECEPÇÃO !!! Esse juiz desMOROnou ...
Agora sim, sinto veergonha da Justiça brasileira ; suplantaram os " políticos " ...

Maia Oswaldo disse...

Helena, a putaria protagonizada pelos ACHACADORES que protegem a QUADRILHA TUCANA e seus CÚMPLICES, já passou do limite de tolerância. Ou a Dilma rompe com o Judiciário e o Legislativo, e manda prender todos esses bandidos que estão destruindo a SEGURANÇA JURÍDICA DO BRASIL, ou o Brasil será transformado em uma nova Síria. Considerando que a IMPRENSA CRIMINOSA (leia-se GLOBOSTA) pretende tomar o poder na marra e restabelecer a DITADURA que enriqueceu os LADRÕES MIDIÁTICOS, só resta ao povo brasileiro somar forças e partir para o enfrentamento. Minha paciência estourou!

Professor Pedro A. C. Teixeira disse...

Em primeiro lugar um bom dia a todos.
Minha posição são quase sempre anticlericais, rompi com a Igreja aos 9 anos de idade, porém concordo com o Padre Aalberto, pois aos meus quase setenta anos sempre tive imensa vergonha de nossa in-JUSTIÇA BRASILEIRA, quanto a Maia Oswaldo, também concordo, porém quero que saibam que a presidente Dilma não tem poderes para prender ninguém. Infelizmente quem governa o país é STF e o vergonhoso e corrupto Congresso Nacional, por isto sempre preconizei que o Brasil seja passado a limpo, mas nosso povo titereado pela mídia Globo e Companhia não tem discernimento nem talento para uníssono tomar as rédeas da mudança.
Certa vez meu pai, na época um simples Sargento do Exército ouviu um Capitão dizer ao Coronel Comandante do antigo 9º RI, SÓ O COMUNISMO PODE ARRUMAR O BRASIL! e Isto foi na década de 40. Maia Oswaldo, minha paciência há muito, mas muito tempo estourou.Precisamos fazer uma limpeza no país, e esta limpeza deveria começar como exemplo, dentro do PT, partido que sempre acreditei, pois há muita porcaria dentro do partido que precisa ser banida. Nosso Prefeito de Canoas-RS esta arrochando os salários dos professores que ganham acima do piso nacional, e alguns muitíssimo acima, para nivelá-los por baixo, pelo piso, Isto é uma vergonha e seu nome é Jairo Jorge. Poupem-me.
Respeitoso abraço a todos.

Mário Gontijo disse...

Concordo em gênero, número e grau, com o Padre A. Alberto e Maia Oswaldo.
Todas e quaisquer denúncias contra os integrantes mafiosos do PSDB / DEM são minimizadas ou ignoradas pela mídia PIG, PF e Procuradores (partidários do golpe contra a democracia).
Deve estar recebendo garantias especiais para não abrir o bico, incriminando os BICUDOS DO PSDB!

Anamar disse...

Precisamos ter paciência. Meu Deus, como é difícil. Mas, os espíritos de escol, Lula, Dilma, Zé Dirceu e tantos outros, suportam esse fogo da calúnia todos os dias, todas as carabinas do mundo estão voltadas contra o PT. Mas, a sabedoria dos fortes superará as trevas dos abutres que querem destruir nossa Pátria amada. Amigos, vamos orar a Deus p. que essa patifaria da direita se desmorone logo. Eu não consigo, nem raciocinar, por tanta maldade. Procuro não ler p. não sofrer. Mas o Bem vence sempre. E o PT é o Bem.

jorge disse...

O tucano MORO se faz de morto com PSDB

Luciano Bortone disse...

Não adianta reabrir se o Judiciário engaveta novamente. O MP aceitou pagamento de multa por parte da Alston e Siemmens para morrer o assunto. O Judiciário é corrupto, o golpe não é mais executado com a sargentada nas ruas como foi em 64, agora o golpe é moderno, é na mídia e no Judiciário.

MARCOS. F.L. disse...

Em 2035 essa porcaria dessa obra cara e inútil ficará pronta, mas a imprensa paulista amiga da tucanalhada nada fala

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração