Pages

sábado, 12 de dezembro de 2015

Grandes devedores terão terras confiscadas para reforma agrária



As propriedades rurais dos maiores devedores da União poderão ser destinadas à reforma agrária. O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e o Ministério Público Federal assinaram nesta quinta-feira acordo para que as propriedades rurais desses devedores sejam periciadas e cedidas ao Governo Federal.

Com base na lista dos devedores acima de R$ 50 milhões divulgada pela PGFN, o Incra analisou quais deles são donos de imóveis rurais. O Incra mandará técnicos para avaliar cada propriedade e verificar quais delas são objeto de interesse para reforma agrária com base no relevo, solo e na demanda por terras na região. Em vez de leiloados pela PGFN, como ocorre nos processos de execução fiscal, os imóveis serão adjudicados (cedidos) ao Incra.

O cruzamento de dados identificou 4.013 contribuintes que devem mais de R$ 50 milhões à União. Desse total, 729 têm 4.057 imóveis rurais num total de 6,564 milhões de hectares. Inicialmente, o grupo de trabalho analisará os 26 maiores devedores inscritos na dívida ativa, que devem R$ 45 bilhões em conjunto e dispõem de 335 mil hectares, área suficiente para assentar 10 mil famílias.

1 Comentários:

Veridiano Rios disse...

O processo de Reforma Agraria á algo que o PT precisa concretizar, alem que de vai aumentar a base de apoio, sobretudo o apoio que o PT quer e precisa. Já que estamos sendo postos para fora do Governo, é hra de demonstrar força,que s diversos movimentos sociais sempre ofereceram ao PT. Mais um passo para superar o movimento direitista que vem com tudo, e repensar , com ações como essa, em um Partido sólido ,mesmo no governo, e embora com muitos erros, continua se apresentando como opção valorosa para Brasil.Força PT, Dilma Guerrilheira e Lula 2018!

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração