Pages

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Vermelho, vermelhaço, vermelhusco, vermelhante, vermelhão


Manifestantes vão às ruas contra golpe e impeachment de Dilma
 Movimentos sociais realizaram nesta quinta-feira, nas principais capitais do país, manifestações a favor da democracia organizadas pela CUT, MTST, UNE e outras organizações. Os participantes defenderam o mandato da presidente Dilma, além de protestarem contra a terceirização e as medidas de ajuste fiscal.

No Rio, a manifestação começou com uma concentração na Candelária, na região central da capital fluminense, e se estendeu até a Cinelândia, passando pela Avenida Rio Branco.

Para o diretor da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Joacir Pedro, é necessário reagir contra a tentativa de desestabilizar o atual governo. Segundo ele, que é presidente do Fórum dos Trabalhadores da Indústria Naval do Petróleo, o setor naval cresceu muito desde o inicio do Governo Lula, quando pulou de 3 mil trabalhadores para 80 mil, com a decisão de construir navios e plataformas de petróleo no Brasil.
 Presidente recebe apoio de Maduro e Cristina Kirchner
Dois presidentes latino-americanos declararam ontem apoio à presidente Dilma Rousseff, no mesmo dia em que movimentos sociais convocaram atos pelo Brasil para fazer um contraponto aos protestos que pediram o impeachment da petista, no domingo.
 Nicolás Maduro, da Venezuela, usou o Twitter para mandar sua mensagem de apoio à petista. "Me somo à jornada mundial de solidariedade e amor com o Brasil. #LulaDilmaSo-mosTodos #AmericaLatinaConBrasil. Venceremos", escreveu Maduro.

O post do presidente venezuelano mostrava fotografias do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva ao lado de Hugo Chávez, que comandou o país vizinho de 1999 a 2013. O líder da "Revolução Bolivariana", como ele é chamado pela agência oficial de notícias da Venezuela, também apareceu em imagens ao lado de Dilma.

A agência de notícias da Venezuela, publicou que  a direita tenta interromper o segundo mandato da presidente brasileira e através de manobras ilegais, pôr fim à democracia no País.

Já a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, usou parte da cadeia nacional de TV convocada ontem à noite para defender Dilma.. Nem bem Dilma foi eleita depois do 2.° turno, começaram panelaços sem objetivo definido. Agora também atacam Lula, porque pensam que depois de Dilma pode voltar Lula, que fez algumas coisas grandes pelo Brasil", destacou Cristina.

Venceremos'

"Me somo à jornada mundial de solidariedade e amor com o Brasil. #LulaDilmaSomosTodos #AmericaLatinaConBrasil. Venceremos"

1 Comentários:

Eduardo de Paula Barreto disse...

.
O QUARTETO
.
Eles eram amigos de longa data
Que faziam traquinagens juntos
FHC era chamado de aristocrata
E José Serra era o vende tudo
Alckmin era o hábil mágico
Porque não perdia o hábito
De iludir diante dos holofotes
E Aécio Neves era conhecido
Entre os seus falsos amigos
Como o rei do camarote.
.
Tudo ia bem até que um dia
Foram juntos fazer uma viagem
E assim que chegaram à Brasília
Gamaram na mesma personagem
O seu nome era Presidência
Uma menina de ótima aparência
E assim começaram os conflitos
Inicialmente FHC saiu-se melhor
E a Presidência cedeu ao sedutor
Por tê-lo considerado erudito.
.
Namoraram por oito anos
Mas ele não foi cuidadoso
E a mocinha foi ficando
Cansada do Cardoso
E logo decidiu romper
E bastou isso acontecer
Para aqueles amigos do peito
Começarem a se digladiar
Para ver quem iria conquistar
O coração que batia nos pleitos.
.
Desiludida com os psdbistas
A Presidência resolveu radicalizar
E cedeu a um sindicalista
E logo descobriu como é bom amar
Foi longo e bonito o romance
Mas por ser caixeiro viajante
Lula precisou se ausentar
E depois de certo sofrimento
A Presidência triste por dentro
Com homem não quis mais namorar.
.
E naquele salve-se quem puder
A amizade dos direitistas foi abalada
E ao saberem que uma mulher
Havia conquistado a sua amada
Decidiram juntar as suas forças
Para separar as duas moças
Antes que o amor se solidificasse
Mas fracassaram os golpistas pulhas
Porque milhões de testemunhas
Já haviam referendado o enlace.
.
Mas certa noite numa conversa
A Presidência confessou para Dilma:
‘Querida saiba que te amo à beça
Mas o meu coração por outro palpita’
Então Dilma disse: ‘Tudo bem
Eu conheço o seu coração também
E sei por quem a sua bandeira tremula
Então vamos fazer o seguinte acordo
Nós ficamos juntas até 2018
E depois você reata com Lula’.
.
Eduardo de Paula Barreto
21/08/2015





.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração