Pages

domingo, 2 de agosto de 2015

Governador tucano diz que,pautas bomba de Cunha poderão decretar falência do País


Ogovernador Marconi Perillo (PSDB) deu demonstrações na manhã de ontem de que o discurso do governo de Goiás será alinhado com os pedidos feitos pela presidente Dilma Rousseff (PT) aos governadores na reunião de quinta-feira (30) em Brasília. "Estou o tempo inteiro falando da minha preocupação em relação à gravíssima crise econômica que a gente atravessa permeada por crise política, por aumentos de gastos aprovados no Congresso Nacional que podem simplesmente decretar a falência do País", declarou Marconi na manhã de ontem.

A preocupação do governo federal com as chamadas "pautas-bomba" que devem ser votadas pela Câmara dos Deputados e Senado Federal, e podem travar a economia nacional, a partir da próxima semana com a volta do recesso parlamentar se tornou a linha de discurso de Marconi. "Nós não estamos muito longe disso (falir o Brasil) não."



Para o governador, crises verificadas nos últimos quatro anos em países europeus como Grécia, Portugal, França, Espanha, Itália e Irlanda demonstraram a necessidade de seus governantes adotarem medidas "rigorosíssimas" para voltarem a respirar. "Na própria Inglaterra, no Reino Unido, o primeiro ministro (David Cameron) foi reeleito agora exatamente pelo plano de austeridade que ele criou. [...] Aqui o Brasil não pode ser diferente", exemplificou o tucano.

Marconi disse que, para evitar a recessão e impedir a queda do número de postos de trabalho, foi discutida com a presidente a liberação de crédito aos estados para que haja investimento em "logística e infraestrutura", o que o tucano diz ser fator de geração de empregos.

Governabilidade

O apelo de Dilma aos governadores para garantir esforços pela governabilidade exige o enfrentamento das pautas-bomba para não permitir que o Congresso aumente os gastos da União e quebre o País. "A minha voz tem sido a da ponderação em momentos de crise", afirmou Marconi, que disse defender que "gasto público tem que ser o essencial para a vida das pessoas".

1 Comentários:

Maria S. disse...

Cunha deveria ir para um manicômio, isso sim.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração