Pages

terça-feira, 17 de março de 2015

Mulher de banqueiro Setubal grita "fora Dilma" em manifestação em SP



Ana Eliza Setubal, mulher do banqueiro Paulo Setubal dona do Itaú

'Nossa bandeira jamais será vermelha', diz grupo de Ana Setubal na Paulista

"Tem até mulher de banqueiro aqui!", informava à coluna a educadora Ligia Carvalho no estacionamento da rua Augusta em que vários amigos combinaram de se encontrar para ir à passeata de domingo na avenida Paulista.

*

"Ela poderia estar em casa, descansando. Mas pensa nos mais humildes", segue Ligia, referindo-se a Ana Eliza Setubal, mulher de Paulo Setubal, da família que controla o Itaú Unibanco. "Nós temos que pensar neles. A minha empregada me disse que é atendida por enfermeiros nos postos de saúde. Eles não têm escola, saúde, nada."

Camarote Vip e passeata na TV
*

Ana Eliza diz que o protesto "não é contra um governo específico" e afirma que "o povo tem que acordar, se mexer. Tem que mostrar aos governantes, todos eles, a insatisfação com essa corrupção que está arraigada no país".
Os ricos no camarote vip da Avenida Paulista
*

Ao lado da empresária Rosângela Lyra, ( a sogra do jogador Kaka. dona da marca marca francesa Dior, no Brasil) ela logo assume a liderança do grupo, que sobe a rua Augusta cantando: "A nossa bandeira jamais será vermelha!".

*

A arquiteta Brunete Fraccaroli carrega um banco de plástico verde. Ela vai se submeter em breve a uma cirurgia de coluna e precisa sentar-se de tempos em tempos. "Estou perdendo clientes. Muitos deles estão saindo do Brasil, estão indo para Miami. É triste. Estou muito preocupada", diz.

Em frente ao Masp, outro grupo se reunia numa varanda. "Queria estar era lá embaixo", dizia a empresária Tatianna Oliva, apontando para a avenida. "Já fomos lá, mas tivemos que voltar por causa das crianças", explicava, com as duas filhas ao lado.

*

Acompanhada do marido, José Victor Oliva, ela assistia de camarote ao protesto, a convite de uma amiga que abriu o escritório de sua empresa a cerca de 40 convidados. Para recebê-los, mesa de aperitivos e doces decorada com bandeirinhas do Brasil, refrigerantes, cervejas e drinques. A anfitriã pediu para não ter o nome divulgado ("Senão baixam 50 fiscais da Receita aqui! Sou do bem").

*

"A Déia, que trabalha lá em casa, disse que queria vir. Eu não forcei ela a nada", contava Tatianna. Ao lado da patroa, Andrea Carneiro dizia: "A gasolina tá muito cara, o ônibus, o supermercado também. Tá muito ruim".

*

Irmã do playboy Chiquinho Scarpa, Renata Scarpa ia do parapeito do prédio para a TV, que transmitia o ato ao vivo. "Graças a Deus", repetia. "E é todo mundo! As mulheres [vieram] mesmo com chuva no cabelo." Ali perto, o marido dela, Marcelo Palhares, fumava um charuto.

*

Renata dizia: "Não interessa se é PT, PSDB, PMDB. Acho que todos os políticos e suas famílias teriam que ser obrigados a usar hospital e escola públicos. Já mudaria tudo". E lembrava o fato de Miami estar "lotada" de brasileiros. "Temos que ter todo mundo aqui para ajudar. Se os ricos forem embora, o que que sobra? Só os que não interessam para crescer o país."

*

"Sou elite sim!", dizia José Victor Oliva. "E acho que eu deveria ser homenageado pelo governo, porque invisto, dou empregos, pago impostos, faço tudo certo." Mostrando a avenida, concluía: "Acho que eu não sou o único que penso assim".

*

No prédio ao lado, alguém agitava na janela uma bandeira vermelha. Adultos e crianças na sacada vaiavam: "Ei, petista, vai tomar no c...". Um dos convidados passa com um saquinho distribuindo cornetas de plástico.

*

Com a bandeira do Brasil estampada nos brincos –e uma de verdade amarrada nos ombros–, a empresária Norma Kherlakian brincava que iria "tirar todas as peças vermelhas do armário". "Eu sempre soube que o PT, quando chegasse lá, ia roubar", afirmava a prima de Reinaldo Kherlakian, herdeiro da galeria Pagé e cantor.

*

Nadia Locanto, consulesa de São Cristovão e Nevis (ilhas no Caribe), dizia: "Tem que sair o PT. E parar a corrupção. Não é possível que não haja gente honesta no Brasil, né?", dizia, com a bolsa Louis Vuitton a tiracolo.

*

Já no fim da tarde, o empresário Paulo Velloso chegava. "Já andei duas vezes a Paulista. Subi para vir ao banheiro." Dizendo-se emocionado, afirmava, com um copo de margarita na mão: "Falam que SP é um reduto do PSDB. Não é isso! É que aqui as pessoas têm mais conhecimento, informação. Sabem que do jeito que está não dá pra continuar". As informações são da colunista Monica Bergamo

E...o verdadeiro motivo da passeata

8 Comentários:

Luiz disse...

Olha os FASCISTAS na passeata da PAULISTA.... só pode ser PIADA .... acorda COXINHAS !!!!!

Voidacarol disse...

Esta matéria deveria ser distribuída para as agências internacionais. As dondocas iriam adorar, sem perceber seu ridículo.

Cesar Henrique de Oliveira disse...

Meu Deus , isso não é manifestação é um circo de horrores , banqueiro falando em acabar com a corrupção? mas não são eles que financiam campanhas milionárias para políticos corruptos como Aécio e Marina Silva e FHC? não é essa turma das elites mais vagabundas desse Brasilzão que compra os mandatos dos políticos para poderem sonegar cada vez mais?
Triste vai ser o fim dessa gangue.

Adilson disse...

O PT está pagando caro por não ter regulado a mídia e ter se afastado dos movimentos sociais. Quando vejo essa banqueira me lembro do Lula dizendo que nunca em outro governo os Bancos tinham lucrado tanto. O Lula achou que por causa disso os banqueiros iriam apoiá-lo. Espero que o PT reflita seus erros e volte às suas origens. O que não podemos nesse momento passar a mão na cabeça e achar que não há nada de errado, pois tenho visto várias pessoas de esquerda dizer que não vai mover um palmo pra defender o governo do PT e isso me preocupa.

Ricardo disse...

Essa elite é um misto de cara de pau e ignorância. Se acham bem informados, por lerem lixos como a Veja e os jornais do PIG. Sonegam impostos e criticam o sistema de saúde e educação. Ao mesmo tempo, votam no PSDB que administra pessimamente os hospitais e as escolas públicas estaduais de SP. Criticam a corrupção e votam no PSDB, o partido mais corrupto do Brasil. Fingem estar preocupados com os mais pobres, e odeiam o governo que acabou com a fome no País e reduziu a miséria e a pobreza. O que as dondocas e os playboys não suportam é ver tanta gente comprando carros, viajando de avião, frequentando as lojas e restaurantes que antes somente eles tinham acesso. Como disse Leonardo Boff, não é o PT que eles odeiam, o que eles odeiam são os pobres melhorando de vida.

adyneusa moura disse...

A Dilma tem que taxar as grandes fortunas, criar IPVA para jatinhos, Iates e helicóptero. Quero ver eles financiarem manifestações.

PADRE AALBERTO disse...

.
FIQUE ESPERTO ! PENSE CERTO ! SONEGÔMETRO : EMPRESÁRIOS, EM 2 MESES E MEIO , SONEGAM 20% A MAIS DO QUE A PETROBRÁS EM 30 (TRINTA) ANOS... SONEGÔMETRO mostra que a evasão de impostos, de janeiro a 15 março/2015 – dois meses e meio -, já superou R$ 105 (bi) bilhões neste ano. Ou seja , os “ empresários “ sonegaram em , apenas 2¹/² meses, 20% a mais que o rombo da Petrobrás (88 bilhões), em 30 anos . Todos esses “ empresários “ apoiaram e foram às ruas gritando pega-ladrão ... Pode ?!?!?! SOMOS CAPAZES DE IR À RUA MANIFESTAR E NÃO, NÃO SOMOS CAPAZES DE PEDIR NOTA FISCAL ...
http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/03/sonegometro-na-esplanada-mostra-evasao-de-r-105-bi-desde-janeiro.html

Josue roberto de oliveira disse...

E ainda tem pobre votando em ricaços...quanta ignorância...

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração