Pages

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Banco acusa funcionária de erro que levou Cerveró para cadeia


Bradesco passa informação errada sobre saque atribuído a Cerveró, que, por isso, foi parar na cadeia
Banco diz que funcionária se "confundiu" ao informar transação que, Cerveró não fez, ao Coaf
 O Bradesco encaminhou ofício à Justiça Federal do Paraná alegando ter ocorrido um "erro humano" na informação repassada pelo banco ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sobre um saque de R$ 200 mil em espécie que teria sido feito pelo ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró em uma conta da Destilaria Vale do Paracatu Agroenergia, fornecedora da estatal.

A informação sobre o saque constava de relatório do Coaf anexado ao processo que resultou na prisão preventiva do ex-diretor, em 14 de janeiro. No documento, o Bradesco diz que, após o Globo ter publicado o relatório, verificou que a funcionária do banco encarregada do lançamento ao Coaf teria "confundido a movimentação de duas empresas, clientes deste banco, que realizaram somente operações de transferências entre contas de mesma titularidade".

 Não foi explicado como dados de Cerveró apareceram no documento. O advogado de Cerveró, Edson Ribeiro, disse que houve "erro muito grave" que contribuiu para a prisão do cliente.

Cerveró vai processar Bradesco por erro ao informar Coaf

Da Agência Estado

O ex-diretor da Área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró processará o banco Bradesco por danos morais, após a instituição financeira reconhecer um erro no envio de informações ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), em 2011, indicando que o executivo teria sacado R$ 200 mil em espécie da conta de uma usina de etanol instalada em Paracatu, interior de Minas Gerais, fornecedora da estatal.

O erro foi reconhecido em petição juntada na última sexta-feira, dia 23, a um dos processos que correm na Justiça Federal do Paraná, sob responsabilidade do juiz Sergio Moro

Para o advogado, o dano moral é grave porque a suposta movimentação financeira foi um dos argumentos usados pelo juiz Moro para embasar o novo pedido de prisão preventiva contra Cerveró, decretado na quinta-feira, dia 22. Além disso, o caso foi noticiado na imprensa e, como a informação era creditada a um órgão oficial, a versão da defesa ficava com menos credibilidade. "O Bradesco prejudicou em muito a imagem do Nestor", afirmou Ribeiro.

Cerveró foi preso na madrugada do último dia 13 para o 14, no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio, ao voltar de Londres. A prisão preventiva fora decretada no dia 1º - o decreto do dia 22 veio a substituir esse. O ex-diretor está preso na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba.

12 Comentários:

jose p junior disse...

Tem que investigar esta fucionaria

mércia disse...

Vc acredita em erro?kkkkkkkQueriam é prende-lo para liga-lo ao pt,todos do psdb foram blindados e não aparece na mídia.Triste justiça alem de cega tem partido.

dimas francisco santos francisco disse...

Cabe indenização.

Luiz Phelype disse...

DEMORARAM MÁS ARRUMARAM UM BODE ..........................

márcia figueiredo disse...

Que erro, heim? Quem é essa funcionária? Tem que investigar. É muita vontade de botar certas pessoas na cadeia.

márcia figueiredo disse...

Verdade

mão santa disse...

Sei não, sou brasileiro e entendo, isso ta me cheirando manobras oraria, mas o juiz Sergio Moro tem o antídoto, vms esperar o efeito colateral

Rita Candeu disse...

A MERCIA está certinha

erro nada
tá valendo tudo pra fazer LAM.BA.ÇA

Moro quer os holofotes (e o espaço) de JB - simples assim

Gilson Raslan disse...

Uma empresa faz movimentação financeira em duas contas da própria empresa. Por que o nome de Nestor Ceveró apareceu nesta transação? Só há uma resposta para esta indagação: má fé, porque engano não é possível, uma vez que as contas correntes têm números diferentes, e a empresa tem CNPJ, enquanto Ceveró tem CPF.

henrique de oliveira disse...

Essa operação lava jato já esta desmoralizada desde antes das eleições , o tal "juiz" Moro perdeu a credibilidade assim como a PF do Paraná eles querem é ferrar o PT mas como esta difícil ficam nessa de prender todo mundo e junto com o PIG tentam fazer os bandidos enojados virar heróis.
Agora ter contas em bancos mequetrefe como bradesco e itau pode acontecer isso.

Unknown disse...

E vai ficar assim ? O cara continua preso ? como assim ?

Orestes disse...

O nome de cidadão já esta na lama , Quem vai pagar por isso ?

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração