Pages

terça-feira, 4 de novembro de 2014

TSE rejeita tapetão do PSDB. Até Gilmar Mendes votou contra tucanos.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) negou nesta terça-feira (4), por unanimidade, o pedido do PSDB para fazer uma auditoria nos sistemas de votação e totalização do 2o. turno das eleições de 2014.

Os tucanos sugeriam a criação de um grupo de especialistas indicados pelos partidos. O pedido do PSDB foi visto como choro de perdedor que, como no futebol, perde em campo e quer ganhar no tapetão dos tribunais.

O TSE aceitou apenas o pedido de acesso aos programas utilizados nas urnas eletrônicas, aos sistemas de totalização de votos e os boletins de urna emitidos depois das eleições, pois estas informações ficam disponíveis a qualquer partido, ao Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil. Boa parte das informações pedidas estão disponíveis para livre consulta na internet por qualquer internauta.

Com estes dados o PSDB, se quiser, que faça sua própria auditoria que bem entender, com dinheiro de seu fundo partidário.

O presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, esclareceu que, seis meses antes das eleições, os partidos podem ter acesso a todos os programas usados pela Justiça Eleitoral, inclusive aqueles inseridos na urna eletrônica.

Dando um "puxão de orelha nos tucanos", Toffoli lembrou que, pela lei, os partidos podem contratar uma auditoria particular antes da votação para fiscalizar e acompanhar todo o processo eleitoral. “Muito embora o partido não tenha se manifestado em momento exato, esta Corte não se omite em fornecer os dados”, disse Toffoli.

O voto de Toffoli foi seguido pelos todos os outros ministros, incluindo Gilmar Mendes, para vexame do PSDB.

O pedido dos tucanos causou irritação tanto no Ministério Público como nos ministros do Tribunal Superior Eleitoral, por colocar em dúvida a própria lisura da Justiça Eleitoral e alimentar teorias de conspiração na opinião pública, sem qualquer denúncia fundamentada.

1 Comentários:

John. Jahnes. disse...

A Quadrilha Tucanalha pediu recontagem dos votos do 2º Turno,
mesmo sem ter um só indício de irregularidade.
POR QUÊ?
Não tem sentido, nem lógica esse pedido a não ser que:
Eles fraudaram um número considerável de urnas e
mesmo assim não conseguiram chegar ao seu objetivo.
Portanto, para ter certeza de que suas fraudes foram
realmente bem sucedidas, SÓ MESMO FAZENDO UMA
RECONTAGEM GERAL DE TODAS AS URNAS.
O pedido de recontagem, isso sim é um forte indício de
eles tentaram fraudar a eleição.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração