Pages

domingo, 16 de novembro de 2014

MPF confirma: corrupção na Petrobras é herança maldita de FHC.

Na petição feita pelo Ministério Público pedindo para bloquear contas bancárias das empreiteiras envolvidas na Operação Lavajato (indeferida pelo Juiz Sérgio Moro), os procuradores afirmaram que o esquema de corrupção teria começado antes da gestão de Paulo Roberto Costa e Renato de Souza Duque nas diretorias da Petrobrás.
“Muito embora não seja possível dimensionar o valor total do dano, é possível afirmar que o esquema criminoso atuava há pelo menos 15 anos na Petrobras, pelo que a medida proposta e ora intentada não se mostra excessiva”, argumentaram.
Logo o esquema vem, pelo menos, desde o governo FHC, como já observamos em notas anteriores. As investigações e ressarcimento aos cofres públicos precisa ir até o período em que os crimes não prescreveram ainda.

E mesmo nos casos em que houve prescrição é preciso criar uma espécie de "Comissão da Verdade para casos de corrupção" convocando FHC e seus aliados para explicarem à luz da história os crimes de corrupção em seu governo para não se repetirem nunca mais.

A notícia vem de "O Globo"

2 Comentários:

MARIA LUCIA Cardoso disse...

A globo não publica isso de jeito nenhum. Ressalta sempre que os dois foram indicações do PT e pronto. Por isso penso que uma entrevista coletiva deveria esclarecer esses dados.

José Carlos machado da silva disse...

Infelizmente isso acorre devido a proteção que o Supremo da ao PSDB e sua turma, se por acaso fosse um partido de esquerda seriam condenados.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração