Pages

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Tarcísio Motta, do Psol, que teve 9% nas eleições do Rio, diz: "Aécio nem pensar"


O professor Tarcísio Motta, o candidato do Psol ao governo do Rio de Janeiro, alcançou uma votação surpreendente de 8,92% dos votos válidos, bem acima do que indicavam todas as pesquisas.

Motta disse que aguarda a posição do Psol para definir seu voto no segundo turno. Mas de uma coisa ele disse ter certeza: votar em Aécio e Pezão, de jeito nenhum. Quanto a Dilma e Crivella, há mais chances de um apoio a presidenta do que ao senador, mas esta opção não está descartada.

No plano federal, disse que é provável que faça como o amigo Marcelo Freixo, que já declarou apoio a Dilma Rousseff. Mas avisa que ainda é cedo para fazer isso publicamente.

"Quero esperar mais um pouco. Acho que os movimentos sociais deveriam elaborar uma espécie de carta-compromisso para sinalizar responsabilidades com os nossos setores. Feito isso, é possível um apoio. Vamos ver o que vai acontecer", disse Tarcísio. (A matéria inteira está no jornal O Dia)

1 Comentários:

Renato Luiz disse...

reforma politica e judiciaria urgente, se eles entrarem com o dinheiros das privatizacoes que implantar vao ter dinheiro pra compra ate o papa, se liga pt

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração