Pages

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Já começou o golpe da pesquisa para colocar Aécioporto na frente.


Imagine a conversa de ficção (qualquer semelhança de nomes é mera coincidência):

- Dr. Montenegri, dá para seu Instituto  entregar uma pesquisa com Aécio bem na frente da Dilma?

- Ainda não dá, pega mal e ninguém vai acreditar que Aécio herdou em 3 dias todos os votos de todo mundo e Dilma nenhum.

- E seu Instituto, Dr. Paulinho? Pode ser ou tá difícil? O cliente sempre tem razão, mas neste caso é um tiro no pé, pois muita gente já está com o pé atrás depois das pesquisas no primeiro turno.

- Então é melhor pegar a pesquisa de um Instituto menos conhecido para preparar o terreno.

Fim de papo. E agora vamos voltar a vida real.

Quando Eduardo Campos morreu, imediatamente o Datafolha registrou uma pesquisa. Durante o primeiro turno, mesmo longe da eleição tinha semana que havia duas pesquisas do mesmo instituto, muito perto uma da outra, as vezes para aferir o efeito antes e depois de alguma notícia (ao que tudo indica).

Passado o primeiro turno, nenhum grande instituto de pesquisa "se interessou"  a ser o primeiro a divulgar uma pesquisa. Todos fazem questão de ser os últimos a saber. Nem na segunda-feira, nem na terça, nem na quarta-feira. Por medo de Dilma aparecer com folga na frente e atrapalhar apoios a Aécio.

Enquanto isso o noticiário, toda a imprensa, está bombardeando Dilma e louvando Aécio sem parar.É como se Aécio tivesse 24 horas de horário eleitoral gratuito

Datafolha e Ibope se programam para divulgar uma pesquisa só amanhã,   quinta-feira. Na véspera, um Instituto desconhecido, pelo menos fora do Paraná, e cujo dono tem conexões com os tucanos, divulga uma pesquisa nacional (coisa que nunca fez antes). Segundo este Instituo Aécio estaria na frente, praticamente ficando com todos os votos que Dilma não teve no primeiro turno. É como se todo mundo que votou em Marina votasse em Aécio e ninguém tivesse Dilma como segunda opção. Coisa praticamente impossível. A revista Época, das Organizações Globo, publica.

Se é para apelar desse jeito, então do outro lado teria que contratar um Instituto Piauí, onde Dilma teve 71,8% dos votos.

Como se vê, a imprensa demotucana, a Globo, os especuladores do mercado financeiro, os banqueiros farão qualquer coisa para detonar Dilma e eleger Aécio. Aliás, não há nenhuma surpresa nisso, o golpismo midiático é prática constante, e o mercado financeiro também se engajou sem disfarçar.

A eleição vai ser duríssima e pelo jeito apertada. Cada um de nós  teremos de ser guerreiros para disputar voto a voto, como Dilma vai ser guerreira.

Há poucas semanas atrás, os institutos também colocaram Marina na frente de Dilma no segundo turno até chegar perto do dia da eleição, e quando parte do eleitorado analisou e conheceu melhor as propostas de cada candidato, Dilma voltou a liderar nas pesquisas, inclusive nas simulações de segundo turno.

Agora parece que o filme se repetirá no segundo turno.

Deixa o horário eleitoral começar amanhã à noite, onde Dilma tem voz na TV. Deixa os debates acontecerem, que Aécio vai derreter mais do que Marina, e na semana da eleição não tem pesquisa que segure.

O primeiro turno é igual as primeiras rodadas do campeonato. Mais morno, muita gente nem assiste, e vota meio displicentemente.

Ironia do destino, até a bendita ascensão social do brasileiro "atrapalhou" Dilma. Diferente do tempo do FHC, hoje as família tem dinheiro para ter TV por assinatura, internet, e muita gente não assistiu ou mal assistiu o horário eleitoral no primeiro turno.

No segundo turno é igual final de campeonato de futebol, muito mais gente se interessa por jogos mais decisivos e emocionantes.

Na eleição presta mais atenção nos dois candidatos, compara e escolhe. E só quem já é demotucano por ideologia vota em Aécio, ou quem está com ódio no coração vota contra Dilma. O resto do eleitorado, que é maioria, vai escolher aquela que governa o Brasil com o mesmo amor, carinho e cuidado que uma mãe cuida dos filhos.

Vai escolher aquela que é a melhor para o bem estar da famílias, que se preocupa de verdade com o futuro das crianças, da dignidade dos idosos, aplicando o dinheiro do pré-sal na saúde e na educação em vez de só encher os bolsos de especuladores da Bolsa de Valores.

Vai votar naquela que se preocupa com o emprego e aumento da renda de cada mulher ou homem chefe de família.

Votará naquela que cumpre o dever de não acobertar quem se corrompe, doa quem doer, levando à punição e ao ressarcimento aos cofres públicos. Até por isso tem muito político encrencado com a Polícia Federal que está correndo para os braços de Aécio, doido para voltar aos tempos em que a PF não tinha verbas de propósito para fazer operações contra a corrupção no governo de FHC, e de nomear um engavetador geral da República para livrar corruptos de pagarem o que devem à sociedade.

2 Comentários:

Carlos Ribeiro disse...

Segundo a pesquisa fajuta, Dilma só não recebe voto algum de nenhum outro partido, como perde parte dos que teve no primeiro turno. Durma-se com um barulho desse! À luta companheiros!

Ana Clara Maia disse...

Acho que o Ministério Público, Polícia Federal ou quem quer que seja, mas alguém tem que tomar uma providência contra esses institutos de pesquisa que publicam resultados mentirosos, com interesse de manipular o voto dos que se deixam influenciar por essas mentiras.
Alguém consegue acreditar nessa pesquisa do Instituto Paraná Pesquisa, que nunca antes havia feito uma pesquisa nacional e é ligado aos tucanos, e declara que Aécio tem 54% e Dilma 46% das intenções de voto no 2º turno? E pior, o dono do instituto, Murilo Hidalgo, já está nomeado para integrar o novo governo de Beto Richa no Paraná!
Isso é pesquisa manipulada!
Até quando será permitido manipular informação dessa forma?
Acho que o Ministério Público, Polícia Federal ou quem quer que seja, tem que tomar uma providência quanto a isso!

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração