Pages

sábado, 11 de outubro de 2014

Golpe contra Dilma está sendo anunciando nas páginas dos jornais e nas TVs


Os meus queridos leitores devem lembrar de quando o nosso querido Presidente Lula estava na presidência. Em 2006, PSDB, DEM, PPS e imprensa, se uniram contra Lula e 24 horas por dia, falavam em mensalão, mensalão e mensalão e a imprensa aliada, repercutia tudo, sem provas.Até uma testemunha bêbada e drogada apareceu para acusar Lula. A imprensa, se animou, nas entrelinhas, insinuava que, junto com a oposição, poderiam articular o impeachment. Perderam. Lula foi reeleito

Novamente estamos assistindo o mesmo  filme em 2014. Toda a imprensa dedica 24 horas de suas páginas para o candidato Aécio fazer campanha eleitoral. O assunto é só um. Petrobras, Petrobras e Petrobras.No entanto, PSDB e imprensa, foram mais longe. Estão anunciando o golpe nas páginas de jornais e nas TVs. Dilma, inteligentemente, percebeu e já avisou a militância petista: É golpe

Até um jornalista da Folha, no resumo abaixo, diz: Por sorte, em 2014 tudo será resolvido com o voto popular, e não com um golpe de Estado

Resumindo um artigo de Mario Magalhães que, foi ombudsman da Folha de São Paulo e atualmente escreve um blog na Uol

Caso 1) Às vésperas do primeiro turno, um colaborador de candidato a deputado vinculado a certa candidatura presidencial é preso com R$ 102 mil.
Não se trata de colaborador. É assessor do deputado tucano
 Caso 2) Poucos dias depois do primeiro turno, colaborador de campanha de candidato a governador vinculado a determina candidatura presidencial é preso com R$ 116 mil.

Muito ou pouco graves, merecedores ou não de títulos garrafais e manchetes _pode ser que sim, pode ser que não_, os episódios são parecidos.

A virtude do equilíbrio jornalístico recomenda tratamento, senão igual, o que é difícil, ao menos semelhante.

O que aconteceu?

A primeira apreensão de dinheiro foi sufocada no noticiário, que lhe deu atenção diminuta.

A segunda virou um escândalo monumental, para compor o cenário “mar de lama''.

É assim o jornalismo de torcida: conforme os personagens e os interesses, os brados pela decência têm mais ou menos decibéis.

Não custa registrar: o deputado do caso 1 é Bruno Covas, do PSDB de Aécio.

O candidato do caso 2 é Fernando Pimentel, governador eleito pelo PT de Dilma.

Parece que viajamos num túnel do tempo e caímos em 1954. A imprensa era acentuadamente partidária, e nas mesmas proporções atuais: a esmagadora maioria com a oposição, a minoria com o governo.

Por sorte, em 2014 tudo será resolvido com o voto popular, e não com um golpe de Estado e uma bala no peito.

Comentário meu: Tudo engavetado para os tucanos

Contra o PSDB, só se houver provas concretíssimas A imprensa brasileira, e os amigos do Serra é mesmo uma piada.

Quando tratava-se de denunciar corrupção ou qualquer irregularidade do governo do governo Lula até fonte bêbada e drogada era suficiente e confiável.

 Quando as  denúncias são  contra políticos do PSDB candidatos oficias dos grandes jornais e revistas brasileiras, só vale se a denúncia for completa e plenamente provada. Qualquer um dos integrantes da lista, principalmente os caciques tucanos só serão registrados como corruptos se conseguirem uma gravação com eles recebendo o dinheiro, se as notas numeradas puderem ser localizadas e se ficar constatado que a fita não era uma montagem. 

Aí, os principais jornais e revistas brasileiros colocarão em algum canto de página a notícia do caixa 2 tucano.

Só lembrando

Você sabia que Fernando Henrique recebeu da Abril S/A R$189.508,11 de doação na campanha de 1998?... Isso mesmo, da Veja. E você sabia que a Folha de S. Paulo financiou campanha do PSDB? . A empresa Folha da Manhã doou R$ 42.354,30 para a campanha de um tucano falecido.  Está tudo aqui


2 Comentários:

google disse...

O povo que vota na Dilma não quer saber de petrobras, petrobras, esse e um assunto que pouco ou nada interessa o povo em grande maioria, o que chama a tenção do povo e os preços nos supermercados, a falta de emprego, a falta de dinheiro na praça, e se nesse intermeio aparece um espertalhão dizendo que vai melhorar tudo, 100 vezes por dia na televisão, e ninguem o questiona e desmente, acaba virando verdade, o que não pode, e deixar de lembrar o povo de como era antes de 2002, e imputar aquela miséria a quem deve.
Outra coisa, essa coisa de querer explicar, coisa de plaboy, coisa de rico em meias palavras sem ir direto ao assunto, pro povo e tapar o sol com a peneira, tem que acusar pra valer, na lata, põ com borra, porque o povo quando não gosta, um fala para o outro e o que prevalece a partir dali são suas ideias, tem que falar que essa promessa agora de defender o povo e mentira deslavada, esse cara teve governando o povo de minas gerais por 12 anos e deixou o estado em miséria, afundou o estado em dividas com o BID, era so uma mentirada, enganação, fazendo agente de besta, ninguem aqui quer saber de petrobras, ninguem aqui trabalha em petrobras, o povo quer saber e se vai poder continuar fazendo sua feira, e sobrar dinheiro pra botar gasolina do seu carro, tirar carteira, comprar sua moto , ir curtir na sua chacara, fazer churrasco na lage tomar uma boa gelada e torcer para seu time, que petrobras que nada, isso e que nem caviá ,"não ví, não comí, só ouço falar, "não me interessa" e com essa ideia e que a Dilma tem que ir pro debate, contestar o adversario na cara dura, jogar pra cima dizer num portugues bem claro que ele não fez merda nenhuma no estado que ele pos a pata durante doze anos e deixou mineiros aos farrapos, tem que entender de uma vez por todas que o que aquela elite de são paulo quer e coisa de minoria fresca, a tal massa cheirosa, a maioria neste paiz e "povo" (osso duro de roer) e o povo tem sua particularidade, nosso mundo e outro, o norte e outro, e claro que queremos ser ricos, mas ja estamos nos misturando com eles, enchemos as ruas de carros, e eles estão putos da vida com agente, porque antes as ruas eram so deles, o pedreiro agora e o cara, so trabalha por agenda, pedreiro agora vai pra obra de carro na sua casa tem suite, seu filho agora e engenheiro siua filha e psicologa, a mãe vai ao salão de beleza, e ai? ta ruim pra quem? mudança pra que? Tão querendo e tirar as conquistas do povo, isso sim, mas o cara e tão falso que ja tá virando e piada, quer enganar quem? deixaram agente fazer parte da riquesa do brasil , agora e nois!!!!!! ninguem tira mais o pão da nossa boca, DILMA, LULA, LULA DILMA, ,mas tem que falar a lingua do povo, dizer o que realmente lhes interessa, preocupar com petrobras, pro povo e jogar conversa fora. A Dilma tem e que jogar uma pá de cal encima nesse bicho sarnento que a midia criou e deixar eles balançando suas pulgas, mas pra isso tem de usar o inseticida certo e combater o efeito colateral em cima da retorica. fazer igual a dona de casa, rodar a baiana, incorporar Luciana genrro, e provocar no limite, e depois usa seu lado fragil feminino e se faça de vitima, afinal não e assim o instinto da mãe defender seus filhos? E ela ja provou que defende seu povo, Lula apostou e não errou, È DILMA! que o povo quer.

ANTONIO LUIZ disse...

DEBATE
E melhor ter cautela, estes debates promovidos por estas emissoras são tendenciosas e partidaristas, o óbvio em toda a campanha, A cantidata Dilma tem enfrentado em cada uma dessas emissoras, exeto a rede record, um adversario de bico asas e plumagem tucana, tem que impor suas condições e do contrario não vá ao debate, afinal seu recado ja esta sendo dado no horario politico e em visitas cara a cara pelo pais afora, , o periodo eleitoral todo foi de desrespeito insulto difamação e ate dedo na cara de uma candidata, a coisa ta mais pra baixaria, o fernando Pimnetel sabe bem o que e isso, o custo X o beneficio desse tipo de debate e zero ou menor que isso, Não acham que ta na hora dessa midia politica levar um NÂO?

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração