Pages

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Band lança indicador próprio de cobertura eleitoral e aponta Dilma com 50% dos votos válidos



 Grupo Bandeirantes lança indicador próprio de cobertura da disputa  eleitoral. Ferramenta pondera e sintetiza dados dos principais institutos de pesquisa

A cobertura da disputa eleitoral da Band tem uma ferramenta especial este ano  para ajudar o eleitor a entender como anda a evolução dos candidatos. Trata-se  do Índice Band, novidade  do "Band Eleições", programa que estreou anteontem e irá ao ar todas as  segundas-feiras.  O índice vai mostrar semanalmente a evolução de  votos na disputa presidencial com base nos dados de  vários institutos de pesquisa. Na primeira análise, o  índice aponta que, se a eleição fosse hoje, a presidente Dilma Rousseff (PT) teria  50% dos votos válidos. Aécio Neves (PSDB) teria 27%  do total das urnas, enquanto Eduardo Campos (PSB) ficaria com 14% da preferência dos eleitores e o Pastor  Everaldo (PSC), 4%.

O responsável pelo Índice Band é o cientista político Antonio Lavareda, que  analisa as pesquisas registradas e divulgadas, sempre  fazendo uma média ponderada -  ou seja, sintetizando  todos os dados em um único  índice, apenas com os votos  que seriam válidos.

Para Lavareda, a disputa  para presidente poderá ser  resolvida com os votos de  São Paulo. Ele lembrou que  o Estado tinha um candidato competitivo na disputa  para presidente desde 1955  - o que não ocorre agora.

"São Paulo virou um terreno aberto", afirmou.  Ibope Pesquisa Ibope divulgada  ontem aponta que Dilma   Rousseff (PT) tem 38% das  intenções de voto, 1% a menos do que na pesquisa anterior, de 15 de junho. Aécio  Neves (PSDB) aparece com  22%, ante 21% do levantamento anterior. O candidato do PSB, Eduardo Campos,  tem 8% das intenções de voto. Em junho, o ex-governador de Pernambuco tinha  10%. O pastor Everaldo (PSC)  é escolhido por 3% dos eleitores, mesmo patamar anterior. 

1 Comentários:

Luiz Mattos disse...

A melhor notícia do dia foi o apoio da Força Sindical a campanha,LULA o Magnânimo tem todos os méritos juntamente com os companheiros da CUT.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Não publicamos comentários anônimos

Obrigada pela colaboração