Pages

sábado, 7 de abril de 2012

PF incluiu mais um deputado tucano na rede de Cachoeira

A Polícia Federal incluiu o deputado federal Leonardo Vilela (PSDB-GO) na lista de pessoas ligadas ao bicheiro Carlinhos Cachoeira, conforme documentos da Operação Monte Carlo . O tucano, ex-secretário de Meio Ambiente do governo de Goiás e pré-candidato à Prefeitura de Goiânia nas eleições deste ano, trocou ligações telefônicas e manteve encontros com o bicheiro. É o quarto deputado citado nas investigações da Monte Carlo em razão da proximidade a Cachoeira.

Os outros três - Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO), Sandes Júnior (PP-GO) e Stepan Nercessian (PPS-RJ) - também estão na lista elaborada pela Polícia Federal e serão investigados pela Procuradoria-Geral da República, que analisa a transcrição dos diálogos telefônicos repassada pela Polícia Federal. Se o procurador-geral, Roberto Gurgel, identificar indícios de crime, eles serão investigados pelo Supremo Tribunal Federal.

A PF listou 26 políticos ligados a Cachoeira, entre eles Leonardo Vilela e os que protagonizam a crise política desde a prisão do bicheiro, em 29 de fevereiro. Um deles é o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO), que aparece nos grampos colocando o mandato a serviço do contraventor. Em entrevista ao Correio, Vilela sustenta que seu caso não pode ser comparado aos demais. "É preciso separar o joio do trigo. As minhas ligações (a Cachoeira) foram para falar de assuntos lícitos", afirma. "Não tenho relações políticas nem de amizade."

A PF considera como ligados a Cachoeira quatro secretários goianos: Alexandre Baldy, de Indústria e Comércio; Jayme Rincon, da Agência de Obras; Ronald Bicca, procurador-geral do Estado; e Wilder Pedro de Morais, de Infraestrutura, primeiro-suplente de Demóstenes.

1 Comentários:

Anônimo disse...

Se depender do gurgel, todos os da direita beneficiados pela relação carnal com o bandidão continuarão numa boa, curtindo o rico dinheirinho reultante das falcatruas conjuntas.
E com o "muy ético" alckmin nomeando seu cupincha para a chefia do MP, continua tudo como dantes.

Postar um comentário


Meus queridos e minhas queridas leitoras

Devido os excessos de falta de educação e respeito de alguns comentaristas, e, para que o blog não tenha problema judicial, a partir de hoje o blog não publicará comentários anônimos.

Para você comentar usando seu nome, aqui vai o passo a passo.

1). Clique na palavra comentário no final do post

2). Ao abrir a página dos comentários, vá em COMENTAR COMO.

3). Clique em SELECIONAR PERFIL

4). Se você tem um email do Gmail, clique em contas Google.

5). Escreva seu comentário

6).Clique em enviar

7).Quando você clicar em enviar, vai abrir para você a página do seu email.

8).Basta você colocar seu login e senha.

9).Pronto! Seu comentário foi enviado para o blog

PARA VOCÊ COMENTAR USANDO SEU NOME:

1).Clique em: NOME/URL

2). Vai abrir uma “janelinha” pra você colocar seu nome .E o URL, (endereço do seu blog), se você tiver um blog. Se você não tem, não precisa colocar nada

3).Coloque seu nome

4).Clique em continuar

5).Escreva seu comentário

6).Clique em comentar

7).Pronto. Você já comentou. Basta aguardar seu comentário ser lido, aprovado. Em seguida ele vai aparecer no post que você comentou.
Viram, como é simples?

Muito obrigada por nos ajudar e colaborar com o nosso blog